Universidade estadual de campinas


Faculdade de Engenharia Civil, Arquitetura e Urbanismo



Descargar 4.56 Mb.
Página85/95
Fecha de conversión03.12.2017
Tamaño4.56 Mb.
Vistas2264
Descargas0
1   ...   81   82   83   84   85   86   87   88   ...   95

Faculdade de Engenharia Civil, Arquitetura e Urbanismo

T0964

EFEITO DA CIRCULAÇÃO NA SUBMERGÊNCIA CRÍTICA EM TOMADAS DE ÁGUA VERTICAIS


Rodrigo Papassoni Santos (Bolsista PIBIC/CNPq), José Gilberto Dalfré Filho (Co-orientador) e Profa. Dra. Ana Inés Borri Genovez (Orientadora), Faculdade de Engenharia Civil, Arquitetura e Urbanismo - FEC, UNICAMP
A formação de vórtices em tomadas d’água é um grande problema, pois vibrações são induzidas na estrutura. Além disso, a vazão líquida diminui quando envolve arraste de ar, causando perda da energia produzida ou perda da vazão aduzida. Faz-se necessário, portanto, observar e estudar em modelo os limites mínimos de submergência para evitar o aparecimento de vórtices com arraste de ar. O objetivo deste trabalho foi avaliar, através de um estudo experimental, o efeito da circulação livre e imposta na submergência crítica em tomadas de água verticais. Após determinar o limite de formação de vórtices com arraste de ar, alhetas em torno da tomada de água foram fixadas para imprimir uma circulação no fluxo da tomada.

O estudo experimental proporcionou conhecimento sobre os limites de formação do vórtice com arraste de ar e o comportamento do fenômeno com relação aos adimensionais. Verfificou-se uma área de instabilidade para Froude próximo de 5, em que uma mudança mínima na submergência altera significativamente a configuração do vórtice formado e a vazão líquida descarregada.

Tomadas de água - Submergência crítica - Circulação de água

T0965

ESTUDO DA GEOMETRIA COMPOSITIVA DA OBRA PARLIAMENT LIBRARY DE RAJ REWAL


Fabio Reis Peruzza (Bolsista PIBIC/CNPq) e Profa. Dra. Ana Lúcia Nogueira de Camargo Harris (Orientadora), Faculdade de Engenharia Civil, Arquitetura e Urbanismo - FEC, UNICAMP
A Arquitetura Islâmica agrupa o conjunto de estilos seculares e religiosos aplicados no desenho e construção de edifícios e estruturas. Alguns arquitetos estudam meios para fundir formas arquitetônicas tradicionais com o modernismo. Raj Rewal buscou, em seu projeto, a Biblioteca do Parlamento, reviver esta tradição com modernas ferramentas e criar uma aparência tipicamente indiana. Neste trabalho, através da análise com base na geometria compositiva, buscou-se compreender as formas geométricas e malha, que embasaram a arquitetura da obra Parliament House Library, criou-se também um modelo reduzido físico de parte desta obra e um vídeo que descreve sobre a estruturação das formas geométricas empregadas e sua disposição no plano.

Geometria - Islâmica - Arquitetura

T0966

DESENVOLVIMENTO DE UMA METODOLOGIA BASEADA NO ESTUDO E EXPLORAÇÃO TRIDIMENSIONAL DA GEOMETRIA DE FIGURAS ISLÂMICAS


Nayara Di Giulio Oliveira (Bolsista PIBIC/CNPq) e Profa. Dra. Ana Lúcia Nogueira de Camargo Harris (Orientadora), Faculdade de Engenharia Civil, Arquitetura e Urbanismo - FEC, UNICAMP
Esta pesquisa teve por base estudos sobre a forma de figuras na arte Islâmica, dando assim, continuidade a uma das linhas de tratamento geométrico de figuras encontradas no “Pavilhão Mourisco” do Instituto Fio Cruz, localizado em Manguinhos, RJ. A proposta deste projeto foi explorar a decomposição e recomposição de formas poligonais observadas na construção de unidades modulares que deram origem a alguns padrões encontrados no “Pavilhão Mourisco”. Como objetivo principal desenvolveu-se explorações bi e tridimensionais, virtuais e físicas por meio da produção de modelos digitais e protótipos originados destas figuras. Para atingir este objetivo utilizou-se de uma técnica conhecida na arte islâmica, a construção de figuras poligonais irregulares a partir de polígonos regulares. Os resultados obtidos nesta pesquisa mostraram a potencialidade da utilização da arte islâmica como base para aplicações didático criativas da forma.

Arte islâmica - Pavilhão mourisco - Geometria

T0967

A DISPONIBILIDADE DE RECURSOS HÍDRICOS PARA O DESENVOLVIMENTO DA CIDADE DE VINHEDO


Simone Lara Fatuch (Bolsista SAE/UNICAMP) e Prof. Dr. André Munhoz de Argollo Ferrão (Orientador), Faculdade de Engenharia Civil, Arquitetura e Urbanismo - FEC, UNICAMP
A análise da disponibilidade de recursos hídricos de uma cidade é fundamental para verificar a viabilidade de qualquer projeto que vise o seu desenvolvimento, principalmente no que diz respeito às instalações de novas indústrias. Desta forma, foi proposto avaliar as possibilidades de crescimento sustentável do município de Vinhedo, pertencente à região metropolitana de Campinas (RMC), considerando a disponibilidade de seus recursos hídricos. Para isso, foram realizados estudos referentes aos mananciais que abastecem a cidade, ao seu crescimento populacional e industrial, e à demanda dos diversos segmentos que compõem um município. De fato, constatou-se que o município de Vinhedo possui limitações para um crescimento populacional e, principalmente, industrial, tanto pela escassez das águas superficiais e subterrâneas da própria cidade, quanto pela inviabilidade de busca por córregos da região, pois, a demanda na sub-bacia do rio Capivari (4,228m³/s) já excede a sua vazão em período crítico (2,59m³/s). Levou-se em conta, no estudo, a alta demanda de água da RMC e das demais regiões pertencentes à bacia dos rios Piracicaba, Capivari e Jundiaí. O desenvolvimento econômico do município deve estar, portanto, acompanhado de um controle desses crescimentos, priorizando loteamentos de grandes lotes e investimento em indústrias de baixo consumo de água.

Recursos hídricos - Desenvolvimento - Sustentabilidade

T0968

PROTOTIPAGEM RÁPIDA NO PROCESSO DE PRODUÇÃO DIGITAL DE EDIFICAÇÕES


Tarsila Carolina Gonçalves Bonaldo (Bolsista FAPESP) e Prof. Dr. Ariovaldo Denis Granja (Orientador), Faculdade de Engenharia Civil, Arquitetura e Urbanismo - FEC, UNICAMP
O desenvolvimento de tecnologias de Computer Aided Design and Drafting (CADD) tem possibilitado o desenvolvimento de estruturas de formas cada vez mais complexas. Essa característica tem acarretado alguns problemas no local de execução da obra, pois muitas vezes o projeto tradicional em duas dimensões (2D) não é corretamente assimilado pelos agentes de execução para assegurar a conformidade do projeto. Modelos em três dimensões (3D) permitem uma melhor compreensão da organização espacial de objetos e podem representar uma alternativa para uma melhor comunicação entre a arquitetura e a técnica construtiva necessária. Esta pesquisa consiste em um estudo exploratório que visa a descrever o processo digital de produção de edificações, avaliando potencialidades do uso de maquetes produzidas por Prototipagem Rápida (PR). Como estudo de caso, selecionou-se parte da fachada do projeto do Museum for African Art, do arquiteto Bernard Tschumi. Foram detalhados os componentes construtivos de um corte da fachada e posteriormente produzidos modelos virtuais em 3D, e físicos por meio de técnicas de PR. Entrevistas com agentes de produção em canteiro de obras foram realizadas visando a avaliar a adequação dos modelos para uma maior fidelidade da execução do projeto no canteiro de obras.

Prototipagem rápida - Produção digital - Processo de projeto

T0969

METODOLOGIA PARA AVALIAÇÃO EM LABORATÓRIO DO LASCAMENTO EXPLOSIVO DO CONCRETO EM SITUAÇÃO DE INCÊNDIO


Daniela Moreira Barnabé (Bolsista PIBIC/CNPq) e Prof. Dr. Armando Lopes Moreno Junior (Orientador), Faculdade de Engenharia Civil, Arquitetura e Urbanismo - FEC, UNICAMP
O desenvolvimento do concreto, nas últimas décadas, devido ao uso de aditivos (superplastificantes, incorporadores de ar, etc.) ampliou a performance e a área de atuação do material. O estudo do comportamento do concreto em situação de incêndio é, portanto, essencial para estabelecerem-se condições de projeto e execução que atendam aos requisitos para a segurança ao fogo. Um dos fenômenos que podem ocorrer no concreto exposto ao fogo é o spalling, denominado na literatura especializada como lascamento explosivo, e que consiste basicamente num desprendimento de pequenas camadas superficiais do concreto, com grande liberação de energia. Sabe-se que as estruturas de concreto possuem uma boa resistência ao incêndio em virtude das características térmicas do material. É um material incombustível, não exala gases tóxicos e por isso os produtos de sua combustão não são prejudiciais à saúde humana. No entanto, o aumento de temperatura nestes elementos causa a redução da resistência e do módulo de elasticidade dos materiais, e isto leva a estrutura a uma perda de rigidez. É essa perda de rigidez que torna a estrutura apta a um colapso por instabilidade da peça.

Spalling - Concreto - Incêndio

T0970

AVALIAÇÃO E COMPARAÇÃO DO DESEMPENHO DE FILTROS ANAERÓBIOS COM DIFERENTES RECHEIOS (BAMBU E COCO VERDE) NO TRATAMENTO DE EFLUENTES DOMÉSTICOS


Débora Jaeger Moura Area, Daniele Tonon, Luana M. O. Cruz e Prof. Dr. Bruno Coraucci Filho (Orientador), Faculdade de Engenharia Civil, Arquitetura e Urbanismo - FEC, UNICAMP
A construção de sistemas sofisticados para o tratamento de águas residuárias não é muito adequada em regiões carentes, visto que há pouca mão de obra capacitada e poucos recursos para a instalação e manutenção dos sistemas. Diante disso, os sistemas anaeróbios apresentam grande potencial para serem utilizados nestas localidades. A fim de dar continuidade às pesquisas realizadas no Departamento de Saneamento e Ambiente da Faculdade de Engenharia Civil, foi feita a avaliação e comparação do desempenho de dois filtros anaeróbios com diferentes meio suportes: o primeiro de bambu (Bambusa tuldoides) e o segundo de coco verde (Cocos nucifera). O pH dos filtros permaneceu em torno da neutralidade, fazendo com que os reatores estejam estáveis. Isto ocorreu, pois a alcalinidade se manteve com um valor elevado, o que ajudou para que o pH permanecesse constante. Com relação ao oxigênio dissolvido (OD) os valores alcançados mantiveram-se baixos, o que é característico do processo. A remoção da matéria orgânica medida através da DQO foi efetiva, visto que os filtros anaeróbios são responsáveis por remover mais de 80%. Portanto, o que pode-se concluir, é que ambos os meios suporte empregados tiveram um desempenho satisfatório, levando-se em consideração a geração de efluentes que atendam os parâmetros de lançamento estipulados pela legislação.

Anaeróbio - Bambú - Côco verde

T0971

MONITORAMENTO DE FÓSFORO TOTAL EM EFLUENTES PROVENIENTES DE SISTEMA COMPOSTO POR FILTROS ANAERÓBIOS/FILTROS DE AREIA VISANDO REÚSO AGRÍCOLA


Gilcélia Militina Siqueira (Bolsista SAE/UNICAMP), Daniele Tonon, Luana M. O. Cruz (Co-orientadora) e Prof. Dr. Bruno Coraucci Filho (Orientador), Faculdade de Engenharia Civil, Arquitetura e Urbanismo - FEC, UNICAMP
O esgoto doméstico é naturalmente rico em fósforo, e a concentração de fosfatos ultimamente vem aumentando, em conseqüência ao uso crescente de detergentes sintéticos, usados em lavanderias e outros tipos de limpeza e também em alguns fertilizantes. O objetivo deste trabalho foi monitorar a concentração de fósforo total em efluente tratado num sistema composto por dois filtros anaeróbio, o primeiro com recheio de bambu (Bambusa tuldoídes) e o segundo de coco verde (Cocos nucifera), associado a um filtro de areia visando o uso deste efluente na agricultura. Esta pesquisa foi desenvolvida na Faculdade de Engenharia Civil, Arquitetura e Urbanismo – FEC – Unicamp. Quanto à análise do fósforo total, observou-se que após a passagem do efluente pelos filtros anaeróbios não houve diferença significativa no resultado se comparado com os valores obtidos do esgoto bruto. Porém, após a passagem do efluente pelos filtros de areia a concentração de fósforo total não ultrapassou 1,0 mg. L-1. Assim, podemos concluir que o efluente dos filtros de areia podem ser um atrativo para o reúso agrícola, visto que é um nutriente importante para alguns tipos de plantação e ajudaria a diminuir o emprego de fertilizantes artificiais, contribuindo para a diminuição da degradação ambiental.

Aguas residuais - Remoção de fósforo - Esgoto

T0972

AVALIAÇÃO DA REMOÇÃO DE NITROGÊNIO EM UM SISTEMA DE TRATAMENTO ALTERNATIVO DE ESGOTO


Julyenne Meneghetti Campos (Bolsista SAE/UNICAMP), Daniele Tonon, Luana M. O. Cruz e Prof. Dr. Bruno Coraucci Filho (Orientador), Faculdade de Engenharia Civil, Arquitetura e Urbanismo - FEC, UNICAMP
Nos últimos anos as atividades humanas vêm alterando cada vez mais o ciclo do nitrogênio, causando efeitos nocivos ao equilíbrio ecológico e à saúde humana. O esgoto é uma das principais fontes deste desequilíbrio, pois possui na sua composição nitrogênio orgânico, amoniacal, nitrato e nitrito. Além disso a descarga destes compostos nos corpos d’água contribuem para a eutrofização dos corpos hídricos, prejudicando os diversos usos da água. Através de um sistema alternativo para tratamento de esgoto doméstico de pequenas comunidades, constituído por filtros anaeróbios com recheio de bambu e de coco associados a filtros de areia, o que pode-se observar é que no efluente anaeróbio a concentração de nitrogênio amoniacal é elevada, e em torno de 47 mg. L-1, em contrapartida, quando este efluente é aplicado nos filtros de areia, a concentração de nitrogênio amoniacal diminui para 5mg. L-1, aumentando consideravelmente a concentração de nitrato de 0,7 mg. L-1 do efluente anaeróbio para 60 mg. L-1 para o efluente do filtro de areia, indicando que o sistema ao adquirir estabilidade promove a nitrificação. Levando-se em consideração o uso deste efluente na agricultura, fontes de nitrogênio são muito aproveitáveis, dispensando assim, o uso de água potável na irrigação e também o uso de insumos agrícolas.

Nitrogênio - Tratamento - Esgoto

T0973

AVALIAÇÃO DA REMOÇÃO DE MATÉRIA ORGÂNICA EM UM SISTEMA DE TRATAMENTO COMPOSTO POR FILTRO ANAERÓBIO/FILTROS DE AREIA VISANDO REÚSO AGRÍCOLA


Letícia Kitaka Vaghette (Bolsista FAPESP), Daniele Tonon , Luana M. O. Cruz e Prof. Dr. Bruno Coraucci Filho (Orientador), Faculdade de Engenharia Civil, Arquitetura e Urbanismo - FEC, UNICAMP
Após a utilização da água, seja no banho, na limpeza de roupas, de louças ou na descarga do vaso sanitário, é que se inicia a formação do esgoto. Por esta razão, os sistemas de coleta e tratamento de esgotos são importantes para a saúde pública e também ao meio ambiente, no que se refere ao controle da poluição das águas. Existem diferentes formas de se realizar o tratamento de efluentes, podendo ser por via aeróbia, anaeróbia ou sistemas combinados. Neste estudo, viabiliza-se o tratamento anaeróbio por filtros anaeróbios com recheio de bambu associado aos filtros de areia sendo este, um sistema de baixo custo de manutenção e de construção e que se torna uma alternativa viável economicamente. O reúso de efluente sanitário tratado pode desempenhar um papel essencial no planejamento e na gestão sustentável dos recursos hídricos como uma fonte substituta para o uso de águas nobres destinadas a irrigação e outros fins. Através deste sistema de tratamento, verifica-se uma grande remoção de matéria orgânica. Após o filtro anaeróbio, o valor da DQO tem uma queda em torno de 60% e esta remoção aumenta após o tratamento pelos filtros de areia, chegando aos 90% evidenciando a eficiência do processo em relação à remoção da matéria orgânica.

Filtro anaeróbio - Filtro de areia - Reúso

T0974

ESTUDO DE UM FILTRO ANAERÓBIO EMPREGADO NO TRATAMENTO DE ESGOTOS TENDO O COCO VERDE (COCOS NUCIFERA) COMO MATERIAL SUPORTE


Lucas Calmon Ramalho (Bolsista SAE/UNICAMP) e Prof. Dr. Bruno Coraucci Filho (Orientador), Faculdade de Engenharia Civil, Arquitetura e Urbanismo - FEC, UNICAMP
Este projeto avalia o tratamento de esgoto doméstico por filtro anaeróbio como etapa inicial de um sistema alternativo e simplificado para pequenas comunidades. O reator anaeróbio é preenchido por cascas de coco verde e tem seu fluxo ascendente. Inicialmente, Camargo (2000) avaliou filtros anaeróbios com recheio de bambu, obtendo a remoção de, aproximadamente, 70% da matéria orgânica presente no esgoto bruto. Cruz (2008) constatou que em regiões onde não há uma grande quantidade de bambu, uma opção seria o emprego do coco verde (Cocos nucifera). Estima que, para cada 250 mL de água de coco, gera-se 1 kg de lixo, assim a utilização deste material poderia além de trazer como benefício à possibilidade do tratamento dos esgotos das pequenas comunidades, também seria uma forma de destinação ambientalmente adequada para parte do resíduo gerado. Para a avaliação do reator anaeróbio, determinou-se sua eficiência na remoção de matéria orgânica, através da análise de demanda química de oxigênio (DQO) e houve o monitoramento do pH, da alcalinidade e do oxigênio dissolvido (OD). Resultados preliminares demonstram que o reator está operando de forma eficaz, removendo mais do que a metade do material orgânico, evidenciando que a biomassa existente já está em equilíbrio.

Anaerobio - Coco verde - Baixo custo

T0975

AVALIAÇÃO DA REMOÇÃO DE BACTÉRIAS DO GRUPO COLIFORMES EM UM SISTEMA DE TRATAMENTO COMPOSTO POR FILTROS ANAERÓBIOS/FILTROS DE AREIA VISANDO USO NA AGRICULTURA


Mônica Rodrigues Pinto (Bolsista PIBIC/CNPq), Daniele Tonon (Doutoranda), Luana M. O. Cruz (Doutoranda) e Prof. Dr. Bruno Coraucci Filho (Orientador), Faculdade de Engenharia Civil, Arquitetura e Urbanismo - FEC, UNICAMP
A falta de saneamento básico na maioria dos municípios brasileiros é preocupante, visto que, o lançamento de dejetos in natura em corpos receptores compromete a qualidade do solo e da água utilizados para o abastecimento público, irrigação e recreação. O tratamento anaeróbio de efluentes por filtros anaeróbios com recheio de bambu (Bambusa tuldoides) associado aos filtros de areia é um sistema de baixo custo de manutenção e de construção e se torna uma alternativa viável tecnologicamente para pequenas localidades. Aliando esta idéia, à proposta de reutilização de esgotos domésticos na agricultura, este projeto visa avaliar o desempenho da remoção natural de bactérias do grupo coliformes neste sistema de tratamento alternativo visando atender padrões estabelecidos pelo CONAMA 357/05 e OMS (1989) para reúso em culturas e/ou padrões de lançamento em corpos receptores. O efluente dos filtros de areia que tiveram taxa de aplicação de efluente anaeróbio aumentada de 50 para 300 L. m-2dia-1 apresentou até o presente momento, valores microbiológicos acima do esperado pela legislação (E. coli  103 NMP. 100 mL-1) isso se deve ao fato de se ter aumentado a taxa de aplicação, por essa razão, há a necessidade de se incluir uma etapa de desinfecção para garantir a saúde da população e a eficiência do sistema.

Coliformes - Filtros de areia - Filtros anaeróbios

T0976

AVALIAÇÃO DA RAZÃO DE ADSORÇÃO DE SÓDIO (RAS) EM EFLUENTES ANAERÓBIOS VISANDO UTILIZAÇÃO NA AGRICULTURA


Ricardo Leme de Calais (Bolsista SAE/UNICAMP), Daniele Tonon, Luana M. O. Cruz e Prof. Dr. Bruno Coraucci Filho (Orientador), Faculdade de Engenharia Civil, Arquitetura e Urbanismo - FEC, UNICAMP
O reúso de efluentes sanitários na agricultura é uma realidade diante da escassez de água potável, principalmente na região sudeste de São Paulo, onde os conflitos pelos usos múltiplos da água são constantes. Um dos fatores mais relevantes para a utilização deste efluente na agricultura é a concentração de sais, entre eles o sódio, que é um micronutriente para as plantas, podendo sua baixa ou alta concentração acarretar em um mau desenvolvimento adequado da cultura proposta. Neste trabalho, foi realizado o monitoramento dos metais (sódio, cálcio e magnésio) responsáveis pela RAS (razão de adsorção de sódio) em um sistema alternativo para tratamento de esgoto doméstico de pequenas comunidades, constituído por filtros anaeróbios com recheio de bambu e de coco associados a filtros de areia para posterior reutilização na agricultura. No período experimental analisado, a RAS do efluente na saída filtro de areia variou de 0,4 a 1,8, pode-se considerar como satisfatório o processo de tratamento. Portanto, conclui-se que este efluente pode ser utilizado na agricultura sem que venha ocorrer problemas de impermeabilização do solo, sendo assim adequado seu uso para fertirrigação.

Agricultura - RAS - Sódio

T0977

MONITORAMENTO DE PH E ALCALINIDADE TOTAL EM UM SISTEMA SIMPLIFICADO DE TRATAMENTO DE ESGOTO PARA REÚSO AGRÍCOLA


Thalita Aparecida Rissi (Bolsista SAE/UNICAMP), Daniele Tonon, Luana M. O. Cruz e Prof. Dr. Bruno Coraucci Filho (Orientador), Faculdade de Engenharia Civil, Arquitetura e Urbanismo - FEC, UNICAMP
A crescente demanda por água tem feito do reúso planejado um tema atual e de relevante importância, principalmente no setor agrícola. Além de reduzir a demanda sobre os mananciais, o reúso de efluentes sanitários tratados, leva à diminuição da contaminação ambiental e do uso de fertilizantes. Para o tratamento do esgoto, foi utilizado um sistema alternativo, constituído por filtros anaeróbios com recheio de bambu e de coco, associados á filtros de areia. O objetivo deste trabalho foi avaliar o pH e a alcalinidade total do sistema visando avaliar o desempenho do tratamento. Também faz parte do estudo, avaliar a viabilidade da substituição do carbonato de sódio pelo de potássio, reagentes estes com função de correção do pH e da alcalinidade nos filtros de areia. Observou-se que o efluente após os filtros de areia obtiveram pH inferiores a 4,0, devido ao processo de nitrificação e à não existência de um sistema tampão, evidenciada pelos baixos valores de alcalinidade total. Foi aplicado o carbonato de sódio, entretanto este provocou o acúmulo de sódio inviabilizando o reúso deste efluente na agricultura, assim, utilizou-se o carbonato de potássio, além dos valores de pH ficar entre 6,0 e 9,0 conforme estabelecido pela resolução CONAMA 357/05, substitui-se o sódio pelo potássio que é um macronutrientes essencial às plantas.

Reúso - Alcalinidade - Ph

T0978

COMPARAÇÃO DE EXATIDÃO/PRECISÃO ENTRE BASES CARTOGRÁFICAS AEROFOTOGRAMETRICAS EM ESCALAS 1:10.000, 1:5.000 E 1:2.000 E IMAGENS SATÉLITES DE ALTA RESOLUÇÃO


Carolina Castaldeli (Bolsista SAE/UNICAMP) e Prof. Dr. Diogenes Cortijo Costa (Orientador), Faculdade de Engenharia Civil, Arquitetura e Urbanismo - FEC, UNICAMP
A metodologia mais usual de representação da superfície terrestre é o mapeamento aerofotogramétrico, de excelente resolução e precisão, mas custo para obtenção elevado. Como alternativa tem-se imagens orbitais da superfície através de satélites como IKONOS e QUICKBIRD, contudo sua aplicabilidade em mapeamentos urbanos ainda não é conclusiva. Assim, o estudo comparativo dos métodos de levantamento aerofotogramétrico e imagens satélites são indispensáveis para melhorar o processo de elaboração de bases cartográficas, e permitir escolhas de metodologias de mapeamento que atendam aos usuários em suas necessidades de produtos cartográficos. Neste trabalho, utilizando levantamentos aerofotogramétricos e imagens de satélites de alta resolução cedidos por diversas fontes, fez-se a comparação da exatidão e precisão entre os produtos cartográficos obtidos, e posteriormente verificou-se a aplicabilidade de cada metodologia. Após a inserção do material coletado em softwares de CAD/SIG, os pontos comuns nas bases cartográficas e imagens foram identificados, e verificados em campo medindo-se suas coordenadas geodésicas com GPS. Ao serem comparadas as coordenadas obtidas em campo com as identificadas pelos softwares, notou-se menor precisão nas imagens que nas bases aerofotogramétricas. Pode-se dizer que imagens orbitais ainda não são apropriadas para cartas em escalas grandes.

Aerofotogrametria - Imagens orbitais - Cartografia

T0979

ORIENTAÇÃO E INCLUSÃO ESPACIAL AOS DEFICIENTES VISUAIS: DIRETRIZES PARA O PROJETO E EXECUÇÃO DE UMA ROTA ACESSÍVEL E DE UM MAPA TÁTIL PARA O CAMPUS DA UNICAMP


Renata Maria Geraldini Beltramin (Bolsista PIBIC/CNPq) e Profa. Dra. Doris Catharine Cornelie Knatz Kowaltows (Orientadora), Faculdade de Engenharia Civil, Arquitetura e Urbanismo - FEC, UNICAMP
Tendo a acessibilidade como tema central, o projeto teve como principal objetivo desenvolver uma ferramenta de auxílio aos indivíduos com deficiência visual que circulam pelo campus da Unicamp: pretendeu delimitar as diretrizes para a elaboração e execução de um mapa tátil do campus da Unicamp, a partir do traçado de uma rota acessível aos indivíduos com deficiência visual. A pesquisa baseou-se nos conceitos do Desenho Universal, que trazem parâmetros de desenho arquitetônico para a inclusão de pessoas com deficiência. O projeto foi dividido em quatro etapas: a primeira consistiu em uma série de estudos e levantamentos acerca dos principais conceitos do Desenho Universal, das normas vigentes relativas à acessibilidade e da atual situação do campus da Unicamp, tanto construtiva como de usuários. A segunda etapa consistiu na aplicação dos levantamentos realizados durante a primeira fase na confecção de uma rota acessível para o campus e no projeto de uma cartilha de divulgação dessa rota, ambas destinadas a usuários com deficiência. A terceira etapa consistiu em uma série de testes envolvendo a Rota Acessível e a Cartilha, com o intuito de avaliar sua eficiência. Ainda na terceira etapa, foi realizado o projeto do mapa tátil. Por fim, na quarta etapa, ainda em realização, está sendo feito um protótipo do mapa tátil, sendo que o mesmo está sendo avaliado por meio de testes junto à comunidade.

Desenho universal - Rota acessível - Mapa tátil

T0980

OTIMIZAÇÃO DOS PROGRAMAS DE MINIMIZAÇÃO DE RESÍDUO SÓLIDO DOMÉSTICO E DE COLETA SELETIVA DE RESÍDUO SÓLIDO DA FACULDADE DE ENGENHARIA CIVIL, ARQUITETURA E URBANISMO DA UNICAMP


Nani de Oliveira e Cavalcante (Bolsista SAE/UNICAMP) e Profa. Dra. Eglé Novaes Teixeira (Orientadora), Faculdade de Engenharia Civil, Arquitetura e Urbanismo - FEC, UNICAMP
O estudo da composição qualitativa e quantitativa do resíduo sólido é a base para a implementação e manutenção de um sistema eficaz de gerenciamento de resíduo, que é essencial na mitigação de impactos ambientais e no aumento da vida útil do aterro. Neste projeto busca-se otimizar os Programas de Minimização e de Coleta Seletiva de Resíduo Sólido Doméstico na Faculdade de Engenharia Civil, Arquitetura e Urbanismo (FEC) da UNICAMP, através de ações de sensibilização e caracterizações do resíduo sólido gerado, antes e depois dessas ações. Assim, a metodologia foi dividida em: escolha das datas das caracterizações; caracterização do resíduo – que envolve escolha das áreas de estudo (prédios), identificação dos sacos de resíduo, coleta, separação e pesagem do resíduo por item (papel pardo, plástico reciclável, entre outros); análise dos dados; e, otimização dos programas – realizada através de ações informativas e de sensibilização e baseada no potencial de minimização de geração de resíduo. Até o presente foram realizadas 12 das 16 caracterizações previstas no projeto, revelando o Prédio Administração como sendo o maior gerador de resíduo e a Primavera, a estação de maior geração. A ação de sensibilização realizada foi a passagem nas salas de aula e em vários setores da FEC para conscientização do público que a freqüenta, salientando a importância, necessidade e mostrando os dados obtidos, de forma a, otimizar os Programas.

Minimização - Resíduos sólidos - Coleta seletiva

T0981

ANALISE DA ACESSIBILIDADE COMO FATOR DA QUALIDADE DO LUGAR NO CAMPUS DA UNICAMP


Pedro Carrascosa Amaral de Oliveira (Bolsista PIBIC/CNPq) e Profa. Dra. Emilia Wanda Rutkowski (Orientadora), Faculdade de Engenharia Civil, Arquitetura e Urbanismo - FEC, UNICAMP
A acessibilidade é um importante fator no conceito de qualidade do lugar, a qual resulta da associação de um complexo conjunto de serviços, ações e atitudes. Nesse trabalho analisa-se como a acessibilidade física interfere na qualidade do lugar da Cidade Universitária Zeferino Vaz para os deficientes físicos. Um questionário foi elaborado para obter informações sobre as condições de acesso e permanência aos prédios de uso coletivo e individual, assim como a mobilidade dentro do campus da Unicamp e o acesso a ele. Constatou-se que a constituição do campus não permite aos deficientes a mobilidade com autonomia, em sua maioria, precisam do auxilio de outrem.

Acessibilidade - Qualidade de vida - Sustentabilidade

T0982

ESTUDO COMPARATIVO DE ECO-PARQUE INDUSTRIAL


Philippe Fernandes Dutheil (Bolsista SAE/UNICAMP), Juliana Chaves F. Lima e Profa. Dra. Emilia Wanda Rutkowski (Orientadora), Faculdade de Engenharia Civil, Arquitetura e Urbanismo - FEC, UNICAMP
O desenho eco-parque industrial (EPI) advém da proposta de tratar os processos produtivos em redes de sistemas interdependentes, ou seja, ecossistemas industriais. Os eco-parques industriais constituem territorialidades amigáveis com sua vizinhança e otimiza recursos e energia. A primeira tentativa neste sentido teve início na Dinamarca, em 1962, no município de Kalundborg. Recentemente, em 2002, no estado do Rio de Janeiro foi aprovada uma legislação que determinou a criação de Ecopolos. Dos cinco municípios escolhidos, Paracambi é o que vem apresentando os melhores resultados. O presente trabalho pretende comparar o modelo carioca de eco-parques industrial, mais especificamente, o município de Paracambi e o modelo de Kalundborg. Este trabalho está vinculado ao projeto PLATAFORMA LOGÍSTICA CAMPINAS desenvolvido pelos laboratórios FLUXUS e LALT da FEC/UNICAMP em convênio com a empresa H2MK Logística Aeroportuária. Este projeto pesquisa as possibilidades para a implementação de uma plataforma logística multimodal sob a perspectiva da sustentabilidade ambiental.

Sustentabilidade ambiental - Ecologia industrial - Plataforma logística

T0983

INDICADORES DE SUSTENTABILIDADE PARA EDIFICAÇÕES


Rodrigo Argenton Freire (Bolsista SAE/UNICAMP) e Profa. Dra. Emilia Wanda Rutkowski (Orientadora), Faculdade de Engenharia Civil, Arquitetura e Urbanismo - FEC, UNICAMP
Tradicionalmente, as edificações são responsáveis por grande consumo de recursos tanto na sua fase de construção quanto durante o seu uso. O consumo de energia e água, a emissão de CO2 e a produção de resíduos são alguns dos parâmetros utilizados para avaliar a eficiência e sustentabilidade nos ambientes construídos. Este estudo pretende analisar os indicadores de sustentabilidade utilizados para qualificar edifícios sustentáveis de modo definir uma listagem de parâmetros que podem ser utilizados em diferentes tipologias e usos. Serão analisados os índices de sustentabilidade existentes, tais como, LEED/EUA. Este trabalho está vinculado ao projeto PLATAFORMA LOGÍSTICA CAMPINAS desenvolvido pelos laboratórios FLUXUS e LALT da FEC/UNICAMP em convênio com a empresa H2MK Logística Aeroportuária. Este projeto pesquisa as possibilidades para a implementação de uma plataforma logística multimodal sob a perspectiva da sustentabilidade ambiental.

Plataforma logística - Campinas - Arquitetura

T0984

TECNOLOGIAS AMBIENTAIS PARA CONSTRUÇÃO SUSTENTÁVEL


Thalita dos Santos Dalbelo (Bolsista SAE/UNICAMP) e Profa. Dra. Emilia Wanda Rutkowski (Orientadora), Faculdade de Engenharia Civil, Arquitetura e Urbanismo - FEC, UNICAMP
A sustentabilidade ambiental preconiza uma relação do ser humano com o meio ambiente que mantenha sua capacidade suporte. No âmbito da construção civil busca-se alcançá-la através de tecnologias ambientais, que incorporam a minimização do vetor de dano e prejuízo ambiental não só no uso de materiais, mas também na manutenção do ambiente construído. Deste modo, pretende-se promover uma geração limpa de energia, um consumo consciente de água, a redução de CO2 e a minimização com reciclagem de resíduos. Este trabalho está vinculado ao projeto PLATAFORMA LOGÍSTICA CAMPINAS desenvolvido pelos laboratórios FLUXUS e LALT da FEC/UNICAMP em convênio com a empresa H2MK Logística Aeroportuária. Este projeto pesquisa as possibilidades para a implementação de uma plataforma logística multimodal sob a perspectiva da sustentabilidade ambiental. Assim, esta pesquisa tem como objetivo catalogar e analisar as tecnologias ambientais disponíveis no mercado a fim de propor as mais adequadas para a aplicação na implantação e construção da Plataforma Logística Ambiental de Campinas.

Sustentabilidade ambiental - Plataforma logística - Campinas

T0985

LEVANTAMENTO E MAPEAMENTO DA EVOLUÇÃO DOS CONDIMÍNIOS HORIZONTAIS FECHADOS NA CIDADE DE CAMPINAS, DE 1988 A 2008


Daniel Teixeira Turczyn (Bolsista SAE/UNICAMP) e Prof. Dr. Evandro Ziggiatti Monteiro (Orientador), Faculdade de Engenharia Civil, Arquitetura e Urbanismo - FEC, UNICAMP

Desde a década de oitenta, a cidade de Campinas, assim como a maior parte das grandes cidades brasileiras, tem tido sua paisagem urbana entremeada de novos condomínios horizontais fechados, caracterizados por muros e restrição de acesso aos não moradores. Esses condomínios variam na localização, na tipologia do traçado urbano, na arquitetura e na escala: desde as novas “vilas” até os grandes empreendimentos planejados, incluindo áreas da cidade que são fechadas e convertidas em condomínios. A necessidade social que tem gerado é o medo da violência urbana e uma noção abstrata de “qualidade de vida”. O objetivo deste trabalho é construir um panorama visual espacializado da implantação de condomínios e fechamento de áreas da cidade, ao longo das últimas duas décadas. O panorama terá como foco o impacto dessas comunidades muradas na paisagem da cidade, a fim de fornecer subsídios para o planejamento da cidade e para outras pesquisas sobre o tema.

Condomínios fechados - Segregação urbana - Segurança residencial

T0986

O VÍDEO COMO FERRAMENTA DE PROJETO


Tiago Brito da Silva (Bolsista SAE/UNICAMP) e Prof. Dr. Evandro Ziggiatti Monteiro (Orientador), Faculdade de Engenharia Civil, Arquitetura e Urbanismo - FEC, UNICAMP
O registro gráfico do espaço é uma prática fundamental durante o aprendizado e ofício da Arquitetura e Urbanismo. Devido às novas tecnologias de captação de imagem e som, como câmeras digitais, que se tornam a cada dia mais acessíveis, pode-se concluir que este tipo de análise é cada vez mais útil e facilmente executável. Este estudo teve como objetivo o desenvolvimento de um vídeo curta metragem, com aproximadamente dez minutos, analisando algumas das principais formas de ocupação territorial na cidade de Campinas, tento como base a interação população – meio físico, além de salientar a diferença entre o vídeo voltado para análises urbanas e vídeos cinematográficos, ficando claro que aqui o objetivo foi produzir um vídeo que lança um panorama urbano, e não um vídeo artístico. O objeto de estudo elegido foi a cidade de Campinas, que sofreu grandes mudanças no seu território nas ultimas décadas e atingiu a marca de um milhão de habitantes. O uso de material em vídeo no exercício projetual se mostrou eficiente, com fácil e rápida captação do contexto a ser analisado. O vídeo final, dentro dos padrões estabelecidos para esta pesquisa, se mostrou satisfatório, com execução pouco complexa, e resultados capazes de abranger os objetivos esperados. Confirmando que este tipo de documentação pode ser muito útil em estudos envolvendo arquitetura e urbanismo.

Video - Campinas - Urbanismo

T0987

ESTUDO COMPLEMENTAR DA TENACIDADE DE CONCRETOS REFORÇADOS COM FIBRAS DE AÇO


Weder Fernando Nazari (Bolsista PIBIC/CNPq) e Prof. Dr. Francisco Antonio Menezes (Orientador), Faculdade de Engenharia Civil, Arquitetura e Urbanismo - FEC, UNICAMP
A motivação deste trabalho é saber como as fibras de aço se arranjam no concreto com fibras moldado na situação de campo. Partindo do princípio de que existem condições ideais de alocação das fibras de aço no concreto moldado em laboratório, o projeto estudou o comportamento das fibras de aço no concreto moldado na situação de campo. Para tanto analisou-se a variação da tenacidade do concreto nesses dois casos. Tenacidade é uma medida de quantidade de energia que um material pode absorver antes de fraturar. Numericamente, a tenacidade é igual à área sobre a curva tensão versus deformação vertical. O projeto complementou a análise dos ensaios executados na dissertação de mestrado, em desenvolvimento na FEC/Unicamp, pelo engenheiro Gustavo Carvalho, sob orientação do prof. Dr. Newton Oliveira Pinto Jr. Na dissertação de mestrado, ensaiou-se 18 corpos de prova prismáticos extraídos de placas de concreto moldadas in loco, com fibras de aço, que foram submetidos a ensaios de tração na flexão, em máquina de ensaio de tração do Laboratório de Estruturas da FEC. As placas simularam situação de campo de pisos de concreto. O objetivo foi auxiliar o equacionamento de um modelo feito pelo aluno de mestrado que compare os resultados obtidos em laboratório aos esperados em campo.

Tenacidade - Concreto - Fibras de aço

T0988

O EFEITO DA CARBONATAÇÃO EM VIGAS DE CONCRETO ARMADO


Aline Pinho da Silva (Bolsista PIBIC/CNPq), Milton Paulino da Costa Júnior e Profa. Dra. Gladis Camarini (Orientadora), Faculdade de Engenharia Civil, Arquitetura e Urbanismo - FEC, UNICAMP
Um dos objetivos da construção civil é aperfeiçoar a produção do concreto, adequando suas características para cada tipo de obra no qual será empregado. No entanto, faz-se necessário produzir um concreto que tenha uma boa resistência, seja economicamente viável e resistente às intempéries. Porém, existem patologias que comprometem seu desempenho e durabilidade. Uma das patologias mais freqüentes é a corrosão de armaduras provocada pelo ataque de agentes agressivos. Um desses agentes é o dióxido de carbono que causa a carbonatação do concreto e, consequentemente, a despassivação das armaduras. Como o concreto possui baixa resistência à tração, ao ser submetido a tal solicitação ocorre a formação de fissuras, podendo comprometer o seu desempenho. Este trabalho apresenta uma análise do processo de carbonatação em vigas de concreto armado sob tensão e os fatores que influenciam em sua incidência. A carbonatação foi observada por aspersão de solução de fenolftaleína em várias seções de cada viga. Os resultados obtidos comprovaram que nas seções onde havia presença de fissuras as profundidades de carbonatação foram maiores do que as seções das vigas sem carregamento. O surgimento de fissuras proporciona um caminho preferencial à frente de carbonatação e, conseqüentemente, compromete a durabilidade e segurança da estrutura.

Concreto - Carbonatação - Durabilidade

T0989

ANÁLISE TEÓRICA E COMPUTACIONAL DE ESTRUTURAS EM CASCA - PAROBOLÓIDE HIPERBÓLICO


Daniel Giorgi Reis (Bolsista PIBIC/CNPq) e Prof. Dr. Isaias Vizotto (Orientador), Faculdade de Engenharia Civil, Arquitetura e Urbanismo - FEC, UNICAMP
As estruturas em casca têm sido estudadas e aplicadas em todos os campos da Engenharia, e em particular da Engenharia Civil. Estruturas em casca podem ser definidas como formas geométricas tridimensionais, com superfícies médias curvas de contornos e vinculação apropriados definidos, em que a espessura é muito menor que as outras dimensões. Uma das estruturas em casca que encontramos na literatura e têm sido empregadas para a construção de coberturas é o Parabolóide Hiperbólico. Em Engenharia de Estruturas, existem diversos modelos computacionais desenvolvidos para análise estrutural, sendo um dos mais utilizados o Método dos Elementos Finitos. Neste trabalho, foi feito um estudo de caso a partir da teoria e formulações encontradas na literatura sobre cascas com formas de Parabolóides Hiperbólicos considerando os efeitos de membrana no comportamento estrutural, e análise computacional pelo Método dos Elementos Finitos, tendo sido adotado o software comercial Ansys. Os resultados das análises desenvolvidas pelos dois métodos comprovam o bom comportamento estrutural dos Parabolóides Hiperbólicos sob a atuação de diversas ações. Com o desenvolvimento de novas tecnologias computacionais e construtivas, metodologias mais eficientes de análise e projeto podem ser aplicadas em Engenharia de Estruturas.

Estruturas em casca - Método dos elemesntos finitos - Parabolóide hiperbólico

T0990

ANÁLISE TEÓRICA E COMPUTACIONAL DE ESTRUTURAS EM CASCA - CASCAS ESFÉRICAS


Fernanda Fronza (Bolsista PIBIC/CNPq) e Prof. Dr. Isaias Vizotto (Orientador), Faculdade de Engenharia Civil, Arquitetura e Urbanismo - FEC, UNICAMP
As estruturas em casca têm sido estudadas e aplicadas em todos os campos da Engenharia, e em particular da Engenharia Civil. Estruturas em casca podem ser definidas como formas geométricas tridimensionais, com superfícies médias curvas de contornos e vinculação apropriados definidos, em que a espessura é muito menor que as outras dimensões. Neste projeto foram aprofundados conhecimentos em um formato particular: Cascas Esféricas. Foram estudadas as formulações teóricas considerando os efeitos de membrana e de flexão no comportamento estrutural, realizada a iniciação sobre o Método dos Elementos Finitos, e a modelagem computacional por meio do software comercial ANSYS. Foram feitas análises e comparações entre resultados teóricos e computacionais, com variações de carregamentos e vínculos de apoio. Com o software, analisando os tipos de malhas, a triangular apresentou melhores resultados em comparação a malha quadrangular. A malha triangular originou uma representação mais fiel à geometria real. Segundo os vínculos analisados, o apoio simples da borda da casca representou melhor sua condição ideal de compressão pura, uma vez que bordas engastadas propiciaram a flexão com surgimento de tensões devido à flexão. Com a modelagem de uma casca esférica em escala reduzida através de técnicas de maquetaria, ficou clara a obtenção de uma forma com dupla curvatura para estruturas.

Estruturas em casca - Método dos elemesntos finitos - Cascas esféricas

T0991

EMPREGO DO JATO CAVITANTE PARA REMOÇÃO DE INCRUSTAÇÕES EM INSTALAÇÕES HIDRÁULICAS


Heloise Helena Bordon de Almeida (Bolsista SAE/UNICAMP), Ana Inés Borri Genovez (Co-orientadora) e Prof. Dr. José Gilberto Dalfré Filho (Orientador), Faculdade de Engenharia Civil, Arquitetura e Urbanismo - FEC, UNICAMP
Para operações de limpeza de superfícies têm sido usados jatos de água com altas velocidades. Um notável avanço é obtido quando se produz o jato cavitante. O equipamento tipo jato cavitante utiliza um bocal especialmente projetado para produzir a cavitação e simula o efeito combinado do escoamento em alta velocidade e da cavitação. Com o envelhecimento dos sistemas hidráulicos e degradação devido às características do fluido transportado, ocorre o aumento das incrustações. Esta situação em condutos induz perdas de carga hidráulicas progressivas ao sistema, diminuindo a seção dos condutos e aumentando a velocidade do escoamento. Ademais, atualmente, tem-se constatado a alteração das superfícies em sistemas hidráulicos devido à infestação pela proliferação de um organismo externo – o Limnoperna fortunei, popularmente conhecido como mexilhão dourado, que é um molusco bivalve. Cabe ressaltar que em sistemas de bombeamento e em sistemas hidroelétricos, a perda de eficiência pode significar o colapso dos mesmos. Desta forma, para simular as operações de remoções de incrustações de sistemas hidráulicos foi desenvolvida uma instalação experimental empregando o jato cavitante. A instalação permite verificar a eficiência de remoção com as amostras submersas e não submersas. A utilização do principio do jato cavitante mostrou-se uma alternativa promissora, mais eficiente e econômica que o simples processo de raspagem utilizado atualmente.

Jato cavitante - Incrustações - Instalações hidráulicas

T0992

APLICAÇÃO NÃO CONVENCIONAL PARA UM EQUIPAMENTO TIPO JATO CAVITANTE


Maiara Pereira Assis, Ana Inés Borri Genovez (Co-orientadora) e Prof. Dr. José Gilberto Dalfré Filho (Orientador), Faculdade de Engenharia Civil, Arquitetura e Urbanismo - FEC, UNICAMP
A qualidade da água potável é um tema da maior importância, pois vem se deteriorando ao longo dos anos. Uma das grandes preocupações é a poluição da água pelo lançamento de esgotos. Isto leva a introdução de microorganismos patogênicos que podem causar várias doenças, algumas das quais podem ser fatais. A qualidade da água para fins de consumo humano pode ser melhorada controlando a poluição e com o aprimoramento das técnicas de desinfecção, que consistem da destruição de patógenos presentes na água. Esta é, portanto, uma etapa extremamente importante do ponto de vista da saúde pública. O emprego do fenômeno da cavitação como alternativa para desinfecção da água tem despertado a atenção. Isso porque o método que utiliza a cavitação elimina grande parte, ou totalmente, do uso de reagentes químicos utilizados nos tratamentos tradicionais. O objetivo deste trabalho foi adaptar o equipamento tipo jato cavitante para testar a viabilidade na desinfecção de água. A instalação permitiu a desinfecção em tempos curtos de exposição, sendo um método de tratamento rápido e eficiente.

Cavitação - Tratamento de água - Desinfecção

T0993

CALIBRAÇÃO DE UM MODELO DE PREVISÃO DE MANUTENÇÃO EM SISTEMAS DE DISTRIBUIÇÃO DE ÁGUA


Rafael Yukio Kurita (Bolsista PIBIC/CNPq) e Prof. Dr. José Gilberto Dalfré Filho (Orientador), Faculdade de Engenharia Civil, Arquitetura e Urbanismo - FEC, UNICAMP
A estimativa da condição de um sistema de tubulações é central para qualquer decisão no que tange a reposição ou atualização do sistema de abastecimento de água. O contato mantido com Gerenciadores das empresas de Abastecimento e Saneamento evidenciou o importante papel do transitório hidráulico (golpe de aríete) no rompimento das tubulações. Assim, este trabalho teve por objetivo incluir o efeito da fadiga devido ao transitório hidráulico no comportamento estrutural e funcional de um sistema de tubulações. Este efeito foi implementado no modelo de previsão de manutenção em sistemas de distribuição de água, de tal maneira a refletir o comportamento das redes de abastecimento em serviço. Dada a impossibilidade de simular em uma rede real o efeito da fadiga do transitório, o que causaria inconveniente para o usuário, desenvolveu-se uma instalação experimental no Laboratório de Hidráulica e Mecânica dos Fluidos da FEC-UNICAMP. A instalação permitiu obter dados necessários à calibração do modelo. Verifica-se que a adoção de medidas pró-ativas no gerenciamento dos sistemas de distribuição de água não é usual no Brasil. O modelo proposto colabora a diminuir a frequência de rompimentos, com significativa melhoria no serviço ofertado.

Calibração de modelo - Manutenção - Redes de distribuição de água

T0994

DEGRADAÇÃO DE FLUMEQUINA POR PROCESSOS OXIDATIVOS AVANÇADOS


Carla Campos Neumann (Bolsista FAPESP), Caio Rodrigues da Silva, Milena Guedes Maniero e Prof. Dr. José Roberto Guimarães (Orientador), Faculdade de Engenharia Civil, Arquitetura e Urbanismo - FEC, UNICAMP
A flumequina é um antibiótico largamente utilizado na medicina veterinária, na prevenção e controle de doenças nas criações de bovinos, ovinos, frangos, coelhos, carneiros, cavalos e peixes. Fármacos, como a flumequina, são substâncias pouco biodegradáveis e são continuamente introduzidos no meio ambiente. É conhecido que compostos dessa classe permanecem na água, solo e sedimentos por um longo período, podendo causar alterações na comunidade microbiana (ocorrência de bactérias resistentes) e afetar organismos de uma cadeia alimentar. No presente trabalho foi avaliada a degradação da flumequina pelos processos fotolítico (UV), oxidativo (H2O2) e oxidativo avançado (UV/ H2O2). A degradação obtida nos diferentes tempos de ensaio foi monitorada por meio de varreduras espectrofotométricas na região do UV-visível e a quantificação do fármaco residual foi realizada por cromatografia líquida de alta eficiência com detecção por arranjo de diodos. Foram avaliadas as influências da concentração de H2O2 e do tempo de degradação na remoção desse fármaco.

Flumequina - Poa - Degradação

T0995

PROCESSOS OXIDATIVOS AVANÇADOS PARA DEGRADAÇÃO DE COMPOSTOS PERSISTENTES: AZUL DE METILENO E CAFEÍNA


Glenda Araujo Silva (Bolsista PIBIC/CNPq), Regiane Aparecida Guadagnini e Prof. Dr. José Roberto Guimarães (Orientador), Faculdade de Engenharia Civil, Arquitetura e Urbanismo - FEC, UNICAMP
Os Processos Oxidativos Avançados (POA) são de grande importância no tratamento de efluentes, especialmente na degradação de compostos recalcitrantes pelo alto potencial de oxidação, principalmente devido ao radical hidroxila. Neste trabalho foi avaliada a degradação da cafeína a partir de processo físico: Fotólise; químico: Peroxidação; e três tipos de POA: Peroxidação assistida por luz ultravioleta, Fenton e foto-Fenton. A eficiência dos processos foi avaliada por meio do monitoramento da concentração carbono orgânico dissolvido, que sugere o grau de mineralização, e por varredura espectrofotométrica nas regiões do ultravioleta e visível (UV-VIS) para verificação de possíveis modificações da molécula original, observando-se as variações das bandas de absorção. O processo foto-Fenton foi o mais eficiente, chegando a 74,71 % de redução do teor de carbono orgânico dissolvido, seguido da peroxidação assistida por luz UV, 43,15 %. Os processos físicos e químicos, ou seja, apenas luz ultravioleta e somente peróxido de hidrogênio apresentaram resultados inferiores com relação à degradação/mineralização da cafeína, no entanto, houve modificações na estrutura da molécula. Os métodos de monitoramento foram bastante adequados e esclarecedores nos processos de degradação utilizados.

Poa - Azul de metileno - Cafeína

T0996

TOXICIDADE AGUDA DO FORMALDEIDO E DO ÁCIDO FÓRMICO. MONITORAMENTO DO CRESCIMENTO DE ESCHERICHIA COLI E DE UM POOL DE BACTÉRIAS POR FIA/TURBIDIMÉTRICO


Graciete Mary dos Santos (Bolsista PIBIC/CNPq) e Prof. Dr. José Roberto Guimarães (Orientador), Faculdade de Engenharia Civil, Arquitetura e Urbanismo - FEC, UNICAMP
Uma avaliação mais fiel da toxicidade de um composto químico, uma mistura deles ou mesmo de resíduos é realizada por meio de bioensaios, utilizando-se de organismos teste que representem o ecossistema estudado. Com intuito de avaliar o potencial tóxico de soluções de formol e ácido fórmico, neste trabalho foram realizados ensaios de toxicidade aguda, monitorando-se a inibição do crescimento de populações de bactérias por meio da densidade ótica de suspensões microbianas utilizando-se um sistema de análise por injeção em fluxo (FIA/Turbidimétrico). Os organismos utilizados foram a E. coli e um pool de microorganismos oriundos do lodo de um reator aeróbio da ETE Samambaia, Campinas-SP. A concentração efetiva (EC50), em 120 minutos, para E. coli e cultura mista de bactérias do lodo foi de 10,5 e 6,8 mg L-1 de formaldeído e de 290 e 416 mg L-1 de ácido fórmico, respectivamente. O tempo de duplicação das bactérias foi de 54,3 ± 3,2 min para população de E. coli e de 90,2 ± 4,0 min para a cultura mista. Em comparação com o método turbidimétrico convencional, o sistema FIA/Turbidimétrico apresentou vantagens: tempo de ensaio curto (2 horas); economia de reagentes; e alta freqüência analítica (80 amostras/hora).

Sistema FIA/Turbidimétrico - Formaldeído - Ácido fórmico

T0997

CONFORTO TÉRMICO EM ESPAÇO PÚBLICO ABERTO: ESTUDO DE CASO DO CENTRO DE CONVIVÊNCIA - CAMPINAS, SP


Bruno Ribeiro (Bolsista FAPESP), Cristiane Dacanal e Profa. Dra. Lucila Chebel Labaki (Orientadora), Faculdade de Engenharia Civil, Arquitetura e Urbanismo - FEC, UNICAMP
A pesquisa visa analisar os aspectos qualificadores da Praça Imprensa Fluminense, conhecida como Centro de Convivência (Campinas-SP), onde predomina a função cultural, pois possui um teatro coberto e um teatro de arena, além de abrigar outros eventos culturais, como a feira de artesanatos nos finais de semana. O objetivo do trabalho é caracterizar o microclima de um ponto da praça e o conforto térmico dos usuários através de índices preditivos de conforto (VME e PET) e da sensação térmica real. A metodologia consta no monitoramento de variáveis microclimáticas (temperatura do ar, temperatura de globo, umidade relativa do ar, velocidade do ar e radiação solar), aplicação de questionários durante a coleta dos dados para identificar a sensação e percepção térmica dos usuários, descrição e levantamento fotográfico de materiais construtivos, equipamentos e mobiliários urbanos, e fotografias das atividades realizadas pelos usuários. A praça é heterogênea quanto à arborização e o ponto escolhido para o monitoramento das variáveis ambientais e aplicação dos questionários foi um ponto árido. A pesquisa permite correlacionar o conforto térmico real aos índices preditivos de conforto, o microclima à caracterização física do espaço, o comportamento humano ao microclima, além de contribuir para estudos futuros sobre calibração de modelos preditivos de conforto térmico em espaços públicos abertos.

Conforto térmico - Espaços urbanos abertos - Sensação térmica

T0998

CONSTRUÇÃO DE DISPOSITIVOS SIMPLES DE VISUALIZAÇÃO DOS FENÔMENOS DE VENTILAÇÃO E DA TRAJETÓRIA SOLAR EM LABORATÓRIO DE CONFORTO AMBIENTAL


Elena Furlan da França (Bolsista PIBIC/CNPq) e Profa. Dra. Lucila Chebel Labaki (Orientadora), Faculdade de Engenharia Civil, Arquitetura e Urbanismo - FEC, UNICAMP
O estudo dos fenômenos de ventilação e da geometria de insolação é de fundamental importância para o projetista. A radiação solar é um dos principais fatores para a análise do desempenho térmico de edificações. A trajetória solar pode ser representada por métodos gráficos, com diferentes projeções que constituem as chamadas cartas solares, ou por meio de equipamentos como relógio de sol ou diferentes tipos de Heliodon. A ventilação dos ambientes também necessita de estudo cuidadoso por parte dos projetistas. Os processos físicos que definem o movimento do ar são complexos, necessitando dos conceitos de mecânica dos fluidos, ou de simulação em túneis de vento. Essa visualização pode ser conseguida também através de um modelo reduzido simples, com as várias opções de relação entre as áreas de abertura de entrada/saída. A preocupação com o conforto térmico e luminoso de uma edificação resulta em projetos de edificações confortáveis quando o arquiteto tem um sólido conhecimento do trinômio Sol-Vento-Materiais. Esse projeto tem como objetivo a construção e teste de equipamentos simples de laboratório que permitam visualizar a ventilação, a trajetória solar, sombras nos edifício. Os equipamentos previstos são: um modelo reduzido para ventilação, Heliodon, um dispositivo simples para indicação do Norte verdadeiro, um relógio de sol. Espera-se com os resultados desse projeto que se tenha como produto um roteiro de experiências simples de conforto ambiental para estudantes de Arquitetura.

Conforto ambiental - Insolação - Ventilação natural

T0999

CONFORTO TÉRMICO EM BOSQUES PÚBLICOS NA CIDADE DE CAMPINAS, SP


Talita Meulman Leite da Silva, Cristiane Dacanal e Profa. Dra. Lucila Chebel Labaki (Orientadora), Faculdade de Engenharia Civil, Arquitetura e Urbanismo - FEC, UNICAMP
A presente pesquisa tem como objetivo principal analisar o conforto térmico humano em bosques públicos na cidade de Campinas, SP. Serão caracterizados os diferentes usos presentes, decorrentes da configuração espacial e dos aspectos microclimáticos. A metodologia de pesquisa utilizada consta de uma adaptação das técnicas utilizadas pelo projeto europeu RUROS (Rediscovering the Urban Realm and Open Spaces). Serão desenvolvidos e aplicados questionários para avaliação da percepção climática e da sensação térmica de usuários em bosques da cidade, em diferentes condições climáticas. Juntamente será feito o monitoramento de variáveis climáticas (temperatura do ar, taxa de radiação global, umidade do ar, temperatura de globo, e velocidade dos ventos), utilizando uma estação móvel. Com o uso do software Ray Man 1.2 serão calculados índices preditivos de conforto (PET e PMV) . Os dados da percepção climática e da sensação térmica real, obtidos nos questionários, serão contrapostos aos índices calculados. A pesquisa busca, de modo mais amplo, contribuir para a melhoria das técnicas de pesquisa qualitativa em conforto térmico, a partir de variações e testes de questionários.

Conforto térmico - Espaços públicos - Microclima

T1000

FABRICAÇÃO DIGITAL DE FORMAS DE CONCRETO: UM EXERCÍCIO DE PROJETO


Danilo Higa da Rocha (Bolsista FAPESP) e Profa. Dra. Maria Gabriela Caffarena Celani (Orientadora), Faculdade de Engenharia Civil, Arquitetura e Urbanismo - FEC, UNICAMP
Este trabalho, que se encontra em andamento, estuda a produção de formas para concreto com formas complexas diretamente a partir de modelos geométricos digitais, com o uso de técnicas de fabricação digital. Como exercício de aplicação, pretende-se desenvolver uma forma para uma pequena peça em concreto, com o uso de uma fresadora de controle numérico (CNC) para madeira. Está sendo feita uma revisão bibliográfica sobre técnicas de fabricação digital, aplicações da fresadora CNC, materiais para as formas, e tendências formais da arquitetura contemporânea, que se caracteriza por formas complexas. Procura-se entender como a fabricação digital pode ajudar na construção desse tipo de arquitetura. Em seguida, pretende-se desenvolver um experimento com a fresadora CNC disponível no Laboratório de Automação e Prototipagem para Arquitetura e Construção (LAPAC-FEC-UNICAMP), em que a pesquisa será desenvolvida, Após a realização do experimento, os resultados serão analisados com o apoio do professor Dr. Ariovaldo Denis Granja, da área de construção civil, além da orientadora. Os resultados obtidos servirão como referência para uma série de pesquisas que se pretende realizar sobre as aplicações das máquinas de controle numérico e na construção civil que se pretende desenvolver no LAPAC.

Prototipagem rápida - Fabricação digital - Formas para concreto

T1001

A EMERGÊNCIA DA FORMA NA BUSCA DO BOM DESEMPENHO: UM EXERCÍCIO PROJETUAL


Fernanda Rafael de Souza Cruz (Bolsista PIBIC/CNPq) e Profa. Dra. Maria Gabriela Caffarena Celani (Orientadora), Faculdade de Engenharia Civil, Arquitetura e Urbanismo - FEC, UNICAMP
Com o avanço e o emprego de novas tecnologias, a arquitetura contemporânea pode fazer uso de formas livres e orgânicas na concepção dos seus projetos. A “arquitetura blob” ou a arquitetura líquida, pode ser considerada um exemplo destas experimentações. No entanto muitas criticas são feitas a esse tipo de arquitetura. Por exemplo, o arquiteto Branko Kolarevic sustenta a possibilidade da forma orgânica ter uma função que ajude a trazer melhor desempenho de fatores de conforto. O objetivo desta pesquisa é comprovar essa afirmação por meio de um exercício projetual que consiste no desenvolvimento de um galpão para a secagem do papel produzido pela Cooperativa de Reciclagem de papel do Serviço de Saúde Dr. Cândido Ferreira, em Sousas. A primeira etapa desta pesquisa consistiu no levantamento de dados sobre o local do projeto, bem como dos edifícios ao seu redor e o regime de ventos da região, que será de fundamental importância para a concepção da forma da cobertura do galpão. Essa forma deverá utilizar ao máximo o vento a favor da secagem do papel. A segunda etapa da pesquisa consiste na elaboração do projeto do galpão com o auxilio de modelos geométricos digitais que serão testados em programas de análise dinâmica de fluxos, e de maquetes físicas produzidas por meio de técnicas de prototipagem rápida, como a impressão 3d, o corte a lazer e a CNC (fresa de controle numérica), disponíveis no Laboratório de Automação e Prototipagem para Arquitetura e Construção (LAPAC) da FEC.

Fabricação digital - Desempenho - Forma arquitetônica

T1002

MAQUETES DE PAPEL COM O USO DA CORTADORA A LASER


Juliana Ritsuko Matsubara (Bolsista FAPESP) e Profa. Dra. Maria Gabriela Caffarena Celani (Orientadora), Faculdade de Engenharia Civil, Arquitetura e Urbanismo - FEC, UNICAMP
Na formação do arquiteto, o trabalho manual de confecção de maquetes é tão valioso quanto a modelagem em computador. Muitas vezes, esses métodos são vistos de forma independente um do outro, como dois sistemas incompatíveis. O objetivo desta pesquisa é propiciar os meios para unir a modelagem tridimensional à produção de maquetes por meio do uso da cortadora a laser. O estudo se justifica pelo uso de processos automatizados que aproveitem os modelos virtuais para gerar maquetes físicas de modo rápido, permitindo maior exatidão do acabamento e melhor visualização de projetos complexos, sem desvincular-se totalmente do processo manual.  A primeira etapa da pesquisa consistiu no levantamento dos tipos de papel existentes no mercado, gerando uma tabela comparativa de suas características. Os principais programas utilizados por estudantes foram listados, categorizados e igualmente comparados. Com base nestes levantamentos, a segunda parte da pesquisa tratou da confecção de cinco maquetes de projetos importantes para o cenário arquitetônico atual. Como resultado final, foi produzido um manual explicativo de construção de maquetes por meio da cortadora a laser e dos principais programas utilizados atualmente por estudantes de arquitetura. Como uma etapa futura, pretende-se aplicar o estudo na construção de maquetes cenográficas para teatro ou cinema.

Maquete - Papel - Corte a laser

T1003

A DIGITALIZAÇÃO 3D PARA PROTOTIPAGEM RÁPIDA: UM ESTUDO DE CASO DE ENGENHARIA REVERSA NA PINACOTECA DO ESTADO DE SÃO PAULO


Laura Cancherini (Bolsista FAPESP) e Profa. Dra. Maria Gabriela Caffarena Celani (Orientadora), Faculdade de Engenharia Civil, Arquitetura e Urbanismo - FEC, UNICAMP
Esta pesquisa faz parte de um projeto em desenvolvimento no Laboratório de Automação e Prototipagem para Arquitetura e Construção (LAPAC) da Faculdade de Engenharia Civil, Arquitetura e Urbanismo (FEC) na UNICAMP, que visa estudar tecnologias e metodologias para a aquisição de dados 3D para produzir uma maquete para as salas expositivas do acervo permanente da Pinacoteca do Estado utilizando, além da digitalização tridimensional, a prototipagem rápida para a obtenção de modelos das obras de arte em escala reduzida. Essa maquete tem como objetivo permitir que a equipe de curadores do museu planeje a disposição das obras de modo colaborativo e prático. Na presente pesquisa serão testados e avaliados quatro diferentes métodos de digitalização de objetos 3D. Os modelos geométricos digitais assim obtidos deverão ser tratados em programas gráficos CAD – Computer Aided-Design – e impressos na impressora 3D do LAPAC, na mesma escala da maquete (1:25). Estima-se que a metodologia de digitalização/impressão 3D a ser desenvolvida neste estudo também poderá ser aplicada à área de Arquitetura e Engenharia Civil, por exemplo na produção de “próteses arquitetônicas”, na engenharia reversa de peças construtivas, no acompanhamento de obras em seus diversos estágios e na verificação da precisão de peças fabricadas de acordo com o seu modelo digital.

Engenharia reversa - Digitalização 3D - Impressão 3D

T1004

AVALIAÇÃO DOS MÉTODOS DE CÁLCULO DE TERRAPLENAGEM


João Gustavo do Amaral Souza (Bolsista PIBIC/CNPq) e Profa. Dra. Maria Teresa Françoso (Orientadora), Faculdade de Engenharia Civil, Arquitetura e Urbanismo - FEC, UNICAMP
Em quase toda obra de engenharia civil é necessário se fazer terraplenagem visando adequar o terreno à mesma. Antes de começar um projeto de construção que envolva movimentação de terra precisa-se conhecer a superfície do terreno para se determinar os volumes de materiais a serem adicionados (aterros) ou removidos (cortes). As quantidades de cortes e aterros são, frequentemente, de tal magnitude que correspondem a uma percentagem apreciável do custo total da obra. Dessa forma, imprecisões nos cálculos dos volumes de terra podem acarretar em erros, o que gera perda de material ou atraso na obra e, por conseqüência, pode inviabilizar o projeto. Diante do exposto, esta pesquisa avaliou os principais métodos de cálculo de volumes de corte e aterro encontrados na literatura, ou seja, comparou os métodos do tronco de prisma, tronco de pirâmide e prismoidal com um modelo virtual desenvolvido a partir de recursos de CAD (Computer-Aided Design). Pode-se observar que o método tronco de prisma aproxima-se mais do valor obtido no modelo virtual.

Terraplanagem - Cálculo de volume - Representação do relevo

T1005

ANÁLISE CRÍTICA DA NBR 15527/2007 –APROVEITAMENTO DE ÁGUA DE CHUVA DE COBERTURAS EM ÁREAS URBANAS PARA FINS NÃO POTÁVEIS-REQUISITOS


Ellen Cristina da Cunha Lima (Bolsista PIBIC/CNPq) e Profa. Dra. Marina Sangoi de Oliveira Ilha (Orientadora), Faculdade de Engenharia Civil, Arquitetura e Urbanismo - FEC, UNICAMP
A importância da NBR 15527/2007 é inquestionável, pois vários projetos de edifícios têm sido desenvolvidos com sistemas de aproveitamento de água pluvial (SPAAP) no país, dentro do conceito de construção sustentável. Contudo, o texto publicado apresenta uma série de itens que necessitam de melhorias. Este trabalho tem como objetivo a análise da referida norma e da bibliografia relacionada ao tema (normas, manuais técnicos e artigos científicos), de modo a destacar os aspectos mais críticos. Dentre os resultados obtidos, destaca-se o dimensionamento da reservação necessária. A norma apresenta vários métodos de dimensionamento que desconsideram variáveis determinantes da oferta e demanda, que podem levar ao superdimensionamento dos reservatórios e demais componentes, os quais são responsáveis por cerca de 80% do custo inicial total de um SPAAP. Outro aspecto importante está relacionado com os padrões de qualidade da água a ser utilizada, que são bastante próximos dos de potabilidade. Os parâmetros a serem avaliados devem ser simplicados e também reavaliados os limites máximos especificados, reduzindo os custos das análises a serem feitas e, com isso, incentivando a sua realização periódica, de modo a preservar a saúde dos usuários.

Sistemas prediais - Aproveitamento de água pluvial - Conservação de água

T1006

AVALIAÇÃO DA ECONOMIA DE ENERGIA ELÉTRICA EM EDIFICAÇÕES RESIDENCIAIS DE INTERESSE SOCIAL PELO USO DA ENERGIA SOLAR PARA O AQUECIMENTO DA ÁGUA


Karen Cristina Perles (Bolsista PIBIC/CNPq) e Profa. Dra. Marina Sangoi de Oliveira Ilha (Orientadora), Faculdade de Engenharia Civil, Arquitetura e Urbanismo - FEC, UNICAMP
Medidas e tecnologias que visem o uso racional de insumos nos edifícios têm sido intensamente pesquisadas em diferentes países, destacando-se o uso da energia solar para o aquecimento de água. Os sistemas de aquecimento solar (SAS), contudo, apresentam um elevado custo de implantação representado, principalmente, pelo equipamento de geração de água quente. Com o objetivo de levar essa tecnologia à população de baixa renda, surgiram no mercado os aquecedores solares de baixo custo (ASBC), os quais propiciam um pré-aquecimento da água de tal forma que se economize energia no sistema convencional de aquecimento empregado nessa tipologia de edificação (chuveiro elétrico). Este trabalho objetiva avaliar o comportamento do consumo de energia e de água em uma amostra de 10 residências localizadas na Vila Brandina, Campinas, São Paulo, nas quais foram instalados ASBC. Foram analisadas as contas de água e energia das residências em períodos anteriores e posteriores à instalação do ASBC e realizadas entrevistas com os moradores. Os resultados obtidos indicam uma tendência à redução do consumo de energia, porém, em alguns casos, acompanhada de um aumento provisório do consumo de água, evidenciando a necessidade de que a instalação de tecnologias desse tipo seja acompanhada da sensibilização dos usuários para o uso racional de água e de energia.

Aquecimento solar - Sistema predial - Água quente

T1007

AVALIAÇÃO DA COLAPSIBILIDADE DOS SOLOS DO CAMPUS DA UNICAMP


Daniel Prenda de Oliveira Aguiar (Bolsista PIBIC/CNPq) e Profa. Dra. Miriam Gonçalves Miguel (Orientadora), Faculdade de Engenharia Civil, Arquitetura e Urbanismo - FEC, UNICAMP
Os solos colapsíveis são caracterizados pela presença de uma estrutura porosa, não saturada e mantida por forças de sucção matricial e de agentes cimentantes. No entanto, essas forças são passíveis de enfraquecimento, quando o solo é umedecido sob tensão constante, acarretando recalques que podem causar danos estruturais em edificações. Objetivando detectar solos colapsíveis no campus da Unicamp, coletaram-se amostras de solo em três locais (HC – Hospital de Clínicas, RA – Restaurante Acadêmico e IFCH – Instituto de Filosofia e Ciências Humanas), que foram submetidas a ensaios edométricos com corpos-de-prova nas condições de umidade: com pré-inundação, com umidade natural de campo e com inundação em determinadas tensões de compressão. Além disso, as amostras foram caracterizadas por ensaios de granulometria conjunta e limites de liquidez e de plasticidade. Todas as amostras ensaiadas apresentaram colapso, porém não em todas as tensões de inundação estudadas. Os índices de colapso situaram-se entre 1,6% (Hospital de Clínicas, inundação com tensão de 50kPa) e 19,74% (Restaurante Acadêmico, inundação com tensão de 800kPa).

Solos colapsíveis - Ensaios edométricos - Caracterização geotécnica

T1008

CONDUTIVIDADE HIDRÁULICA DE ARGILAS LATERÍTICAS COMPACTADAS VISANDO A UTILIZAÇÃO EM CAMADAS IMPERMEABILIZANTES DE ATERROS SANITÁRIOS


Leandro Belinassi (Bolsista SAE/UNICAMP), Edson Aparecido Abdul Nour (Co-orientador) e Profa. Dra. Miriam Gonçalves Miguel (Orientadora), Faculdade de Engenharia Civil, Arquitetura e Urbanismo - FEC, UNICAMP
As argilas lateríticas, abundantes no Brasil, apresentam propriedades geotécnicas bastante peculiares, o que as têm tornado foco de estudos recentes como material alternativo para diversas aplicações em obras geotécnicas. Esta pesquisa propôs o estudo de viabilidade de dois solos argilosos e lateríticos do interior do estado de São Paulo, um proveniente do campus da Unicamp e outro do município de Laranjal Paulista, na aplicação em barreiras impermeabilizantes de fundações de aterros sanitários, visando, inicialmente, avaliar a suas permeabilidades a água. Assim, as amostras de solo foram compactadas com cerca de 3% acima do teor de umidade ótimo, na energia Proctor Normal, inseridas em permeâmetros de paredes rígida e flexível e, após a saturação por água, submetidas aos ensaios de permeabilidade, a carga variável, em laboratório. Os solos da Unicamp e de Laranjal Paulista apresentaram, respectivamente, valores de coeficiente de permeabilidade (k) da ordem de 10-7 e 10-8cm/s, respectivamente, com permeâmetro de parede rígida. Nos ensaios com permeâmetros de parede flexível, os valores de k, para o solo da Unicamp, mostraram-se decrescentes com o aumento das tensões confinantes, variando entre as ordens de 10-7cm/s e 10-8cm/s. Os resultados apresentaram-se bastante satisfatórios, considerando que os valores de k, recomendados na literatura técnico-científica, devem ser menores do que 10-7cm/s, para a aplicação em barreiras impermeabilizantes.

Condutividade hidráulica - Aterros sanitários - Camadas impermeabilizantes

T1009

ANÁLISE DE ESTRUTURAS SANDUÍCHE


Marta Francisca Suassuna Mendes de Souza (Bolsista PIBIC/CNPq) e Prof. Dr. Nilson Tadeu Mascia (Orientador), Faculdade de Engenharia Civil, Arquitetura e Urbanismo - FEC, UNICAMP
Estruturas Sanduíche são estruturas compostas de duas faces finas de material resistente, separadas por uma camada mais espessa de material com menor densidade, usualmente chamada de núcleo, que possui também menor rigidez e menor resistência. O uso desse tipo de estrutura vem se difundindo devido à sua capacidade de aliar alta rigidez à flexão e baixo peso. A diminuição do peso de estruturas é importante na indústria civil pois, apesar dos custos serem determinantes das considerações iniciais de projeto, o peso do sistema afeta o preço e a perfomance do produto final. Um fato relevante nessas considerações é a escassez crescente de matéria-prima e um rápido esgotamento das fontes de energia convencionais, o que aumenta a necessidade de estruturas leves, eficientes e de baixo custo. A metodologia de pesquisa empregada neste trabalho incluiu, inicialmente, uma revisão bibliográfica teórica que contemplou as teorias de laminados, assim como as principais teorias ligadas às Estuturas Sanduíche, avaliando as suas propriedades mecânicas. Por fim, foi possível mostrar as aplicações das mesmas e apresentar uma introdução acerca dos principais critérios de falha para compósitos estruturais e dos cuidados necessários na utilização dos materiais componentes desse tipo de estrutura.

Estruturas sanduíche - Vigas - Tensões

T1010

ESTUDO DE VIGAS LAMINADAS COLADAS DE MADEIRA DE REFLORESTAMENTO REFORÇADAS POR FIBRAS DE SISAL


Rafael Agostinho Monfardini (Bolsista PIBIC/CNPq) e Prof. Dr. Nilson Tadeu Mascia (Orientador), Faculdade de Engenharia Civil, Arquitetura e Urbanismo - FEC, UNICAMP
O reforço estrutural tem como principal finalidade o aumento da capacidade portante de uma estrutura, sendo seu conceito básico a combinação, com o material original, de materiais com características superiores, de modo a melhorar as propriedades mecânicas (elásticas ou resistentes) finais da estrutura. Neste trabalho, a partir de equações encontradas na literatura, formulou-se um modelo computacional capaz de quantificar essas propriedades para estruturas compostas de vigas laminadas de madeira de reflorestamento, coladas e reforçadas por fibras de sisal. A linguagem utilizada para desenvolver o programa foi EXCEL, e o modelo proposto possibilita, a partir de valores conhecidos de propriedades mecânico-elásticas dos materiais constituintes das camadas da viga em estudo, avaliar a intensidade dos principais esforços solicitantes na estrutura. Como exemplo de análises efetuadas, pode-se destacar a quantificação de esforços normais e tangenciais em vigas com número de camadas e respectivos materiais constituintes variáveis. As verificações e a validação dos resultados obtidos pelo modelo puderam ser executadas por meio de comparação com valores tradicionais já consolidados na literatura. Vigas quaisquer dessa mesma natureza também podem ser caracterizadas pelo modelo, de acordo com os parâmetros iniciais fornecidos.

Viga - Madeira - Sisal

T1011

ANÁLISE DE MODELOS REDUZIDOS DE ESTRUTURAS E ENSINO DE RESISTÊNCIA DOS MATERIAIS


Rafael Bezerra Rodrigues (Bolsista PIBIC/CNPq) e Prof. Dr. Nilson Tadeu Mascia (Orientador), Faculdade de Engenharia Civil, Arquitetura e Urbanismo - FEC, UNICAMP
Este projeto envolve um estudo sobre análise de semelhança, modelagem e confecção de estruturas simples, viga e barra, utilizando-se de materiais com rigidez e características elásticas adequadas, em escala reduzida, com dimensões específicas e carregamentos adaptáveis para utilização didática, ou seja, com possível uso em sala de aula ou em laboratório. Modelos de estruturas que aplicam e exemplificam os conceitos de compressão, tração, flexão e torção foram estudados e confeccionados com o intuito de proporcionar uma visão mais prática e clara dos fenômenos relacionados à mecânica das estruturas com especial aplicação nas disciplinas de resistência dos materiais. Espera-se que este projeto proporcione um interesse maior aos alunos e conseqüentemente um entendimento melhor em cursos de Resistência dos Materiais, particularmente na Engenharia Civil, através do uso de modelos físicos reduzidos, que conforme observado no estudo realizado são capazes de retornar informações de extrema relevância sobre o comportamento das estruturas e gerar melhor compreensão dos aspectos, muitas vezes simplificadores, das teorias advindas da hipótese do comportamento elástico dos materiais constituintes das estruturas.

Modelos reduzidos - Análise dimensional - Semellhança

T1012

VERIFICAÇÃO DA USABILIDADE DE INSTRUMENTO DE LEITURA TÁTIL E SONORO REPRESENTATIVO DE ESPAÇO ARQUITETÔNICO DA BIBLIOTECA CENTRAL CESAR LATTES DA UNICAMP


Andrea Destefani (Bolsista PIBIC/CNPq) e Profa. Dra. Núbia Bernardi (Orientadora), Faculdade de Engenharia Civil, Arquitetura e Urbanismo - FEC, UNICAMP
Este projeto de iniciação científica pretende documentar o uso de um mapa tátil/sonoro que foi disponibilizado para manipulação dos usuários que freqüentam a Biblioteca Central Cesar Lattes da UNICAMP (BBCL/UNICAMP) que é especificamente destinado ao uso e orientação de percurso para os usuários com deficiência visual (cegos e/ou com baixa visão). O estudo tem como objetivo verificar a usabilidade deste instrumento de leitura e documentar a qualidade do mesmo em relação à manipulação, qualidade física e legibilidade da simbologia arquitetônica. O mapa foi desenvolvido pelo NIED (Núcleo de Informática Aplicada a Educação) e tem como objetivo promover uma locomoção segura e previamente sinalizada para usuários com deficiência visual que freqüentam BCCL/UNICAMP. A metodologia utilizará a revisão da literatura para conhecimento da legislação específica para elaborar um estudo de caso. A atividade demanda o levantamento dos materiais gráficos (projetos executivos) e a compreensão dos aspectos arquitetônicos da edificação em estudo. Serão aplicados testes em voluntários deficientes visuais, a fim de tomar conhecimento da qualidade e eficiência da maquete tátil/sonora em questão.

Desenho universal - Orientação espacial - Mapa tátil/sonoro

T1013

ANÁLISE COMPARATIVA DOS PROCESSOS LOGÍSTICOS NO SETOR DE SERVIÇOS- SUBSETOR HOSPITALAR


Elisa Eroles Freire Nunes (Bolsista PIBIC/CNPq), Regina Meyer Branski (Co-orientadora) e Prof. Dr. Orlando Fontes Lima Júnior (Orientador), Faculdade de Engenharia Civil, Arquitetura e Urbanismo - FEC, UNICAMP
O objetivo da pesquisa é desenvolver uma análise comparativa dos processos logísticos em dois hospitais procurando identificar semelhanças e diferenças. A pesquisa foi desenvolvida utilizando a o método de estudo de casos proposta por Yin. Na primeira etapa foi realizado um levantamento bibliográfico abordando a logística no setor de serviços e, particularmente, na área hospitalar, além da identificação e seleção de dois hospitais para o estudo. A segunda etapa consistiu da realização das entrevistas e nas análises – individual e comparativa – dos casos. A análise individual resultou em um fluxograma do processo logístico para cada um dos casos estudados, identificando suas principais características. A análise comparativa indicou similaridades e diferenças entre os casos estudados. Esta pesquisa está inserida no projeto temático Logística no Setor de Serviços em desenvolvimento no LALT (Laboratório de Aprendizagem em Logística e Transportes) da FEC/UNICAMP.

Logística - Serviços - Área hospitalar

T1014

PLATAFORMA LOGÍSTICA: DEFINIÇÃO E CARACTERIZAÇÃO


Juliana Marion Moreira Alves (Bolsista SAE/UNICAMP), Carolina Corrêa de Carvalho e Prof. Dr. Orlando Fontes Lima Júnior (Orientador), Faculdade de Engenharia Civil, Arquitetura e Urbanismo - FEC, UNICAMP
O crescente processo de globalização demanda cada vez mais redes de infraestruturas e operações intermodais, neste contexto surgem as Plataformas Logísticas. Com diferentes denominações pelo mundo, como Plateformes Logistiques Publiques nos países francofônicos, ainda não é um conceito consolidado. De forma geral, as plataformas logísticas são espaços no interior dos quais diferentes operadores exercem todas as atividades relativas ao transporte, à logística e à distribuição de mercadorias tanto nacional como internacionalmente. Esta pesquisa tem como objetivo identificar as diferentes definições de plataformas logísticas encontradas na literatura bem como traçar a evolução histórica do conceito e contextualizá-la mundialmente. Com o intuito de caracterizar sistemicamente uma plataforma genérica tanto em termos de componentes quanto de funções foram explorados um conjunto de casos internacionais com destaque para a PLAZA, Plataforma Logística de Zaragoza, na Espanha e o conjunto de plataformas logísticas administradas pela empresa francesa Sogaris. Este trabalho está inserido no projeto PLATAFORMA LOGÍSTICA CAMPINAS desenvolvido pelos laboratórios FLUXUS e LALT da FEC/UNICAMP em convênio com a empresa H2MK Logística Aeroportuária. Este projeto de pesquisa explora as possibilidades para a implementação de uma plataforma logística multimodal sob a perspectiva da sustentabilidade ambiental.

Plataforma logística - Logística aeroportuária - Operações intermodais

T1015

ANÁLISE COMPARATIVA DOS PROCESSOS LOGÍSTICOS NO SETOR DE SERVIÇOS - SUBSETOR DE UTILIDADES PÚBLICAS


Letícia Cunha Figueiredo (Bolsista SAE/UNICAMP) e Prof. Dr. Orlando Fontes Lima Júnior (Orientador), Faculdade de Engenharia Civil, Arquitetura e Urbanismo - FEC, UNICAMP
O objetivo da pesquisa é desenvolver uma análise comparativa dos processos logísticos em dois serviços do setor de Utilidades Públicas, procurando identificar semelhanças e diferenças. A pesquisa foi desenvolvida utilizando o método de estudo de casos proposto por Yin. Na primeira fase foi realizada revisão bibliográfica abordando logística, serviços e o setor de utilidades públicas, além da identificação e seleção de dois serviços para o estudo: água e energia elétrica. A segunda etapa consistiu da realização das entrevistas e nas análises – individual e comparativa – dos casos. A análise individual resultou em um fluxograma do processo logístico para cada um dos casos estudados, identificando suas principais características. A análise comparativa indicou similaridades e diferenças entre os casos estudados. Esta pesquisa está inserida no projeto temático Logística no Setor de Serviços em desenvolvimento no LALT (Laboratório de Aprendizagem em Logística e Transportes) da FEC/UNICAMP.

Logística - Serviços - Subsetor de utilidade pública

T1016

ANÁLISE COMPARATIVA DOS PROCESSOS LOGÍSTICOS NO SETOR DE SERVIÇOS - SUBSETOR HOSPITALAR


Marcio Coelho Rocha Filho (Bolsista SAE/UNICAMP) e Prof. Dr. Orlando Fontes Lima Júnior (Orientador), Faculdade de Engenharia Civil, Arquitetura e Urbanismo - FEC, UNICAMP
O objetivo da pesquisa é desenvolver uma revisão bibliográfica relativa aos processos logísticos no setor hospitalar. O levantamento foi realizado nas bibliotecas da Unicamp, no portal de periódicos mantido pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES), no banco de periódicos Emerald, em diversos bancos de teses mantido pelas universidades federais e estaduais e na ferramenta de busca Google acadêmico. Os resultados apontaram a importância da logística para o bom desempenho dos serviços hospitalares: hospitais possuem características únicas (alto grau de incerteza, variações amplas na demanda e riscos elevados frente a eventuais falhas no processo) que fazem da logística uma habilidade crítica para o sucesso do atendimento ao paciente. Na realidade brasileira os gastos de materiais e serviços podem chegar a 50% dos custos do Hospital, incluindo-se 20% que são adquiridos de forma dispersa e sem programação adequada. A ineficiência dos processos contribui para o alto custo hospitalar. Esta pesquisa está inserida no projeto temático Logística no Setor de Serviços em desenvolvimento no LALT (Laboratório de Aprendizagem em Logística e Transportes) da FEC/UNICAMP.

Logística - Serviços - Subsetor hospitalar

T1017

TÍTULO DO PROJETO: ANÁLISE COMPARATIVA DOS PROCESSOS LOGÍSTICOS NO SETOR DE SERVIÇOS - SUBSETOR DE ENTRETENIMENTO


Pamela Diaz Valdivia (Bolsista PIBIC/CNPq), Sérgio A. Loureiro (Co-orientador) e Prof. Dr. Orlando Fontes Lima Júnior (Orientador), Faculdade de Engenharia Civil, Arquitetura e Urbanismo - FEC, UNICAMP
O objetivo da pesquisa é desenvolver uma análise comparativa dos processos logísticos em dois parques de diversões procurando identificar semelhanças e diferenças. A pesquisa foi desenvolvida utilizando o método de estudo de casos proposto por Yin . Na primeira fase foi realizada revisão bibliográfica abordando logística, serviços e parques de diversões, além da identificação e seleção de dois parques brasileiros para o estudo. A segunda etapa consistiu da realização das entrevistas e nas análises – individual e comparativa – dos casos. A análise individual resultou em um fluxograma do processo logístico para cada um dos casos estudados, identificando suas principais características. A análise comparativa indicou similaridades e diferenças entre os casos estudados. Esta pesquisa está inserida no projeto temático Logística no Setor de Serviços em desenvolvimento no LALT (Laboratório de Aprendizagem em Logística e Transportes) da FEC/UNICAMP.

Logística - Serviços - Entretenimento

T1018

ANÁLISE COMPARATIVA DOS PROCESOS LOGÍSTICOS NO SETOR DE SERVIÇOS - SUBSETOR DE INTERMEDIAÇÃO FINANCEIRA E SEGUROS


Rafael Mendonça Nascimento (Bolsista PIBIC/CNPq) e Prof. Dr. Orlando Fontes Lima Júnior (Orientador), Faculdade de Engenharia Civil, Arquitetura e Urbanismo - FEC, UNICAMP
O objetivo da pesquisa é desenvolver uma análise comparativa dos processos logísticos em dois bancos comerciais procurando identificar semelhanças e diferenças. A pesquisa foi desenvolvida utilizando o método de estudo de casos proposto por Yin. Na primeira fase foi realizada revisão bibliográfica abordando logística, serviços e o subsetor de intermediação financeira e seguros, além da identificação e seleção de duas agências de bancos comerciais para o estudo. A segunda etapa consistiu na realização das entrevistas e nas análises – individual e comparativa – dos casos. A análise individual resultou em um fluxograma do processo logístico para cada um dos casos estudados, identificando suas principais características. A análise comparativa indicou similaridades e diferenças entre os casos estudados. Esta pesquisa está inserida no projeto temático “Logística no Setor de Serviços” em desenvolvimento no LALT (Laboratório de Aprendizagem em Logística e Transportes) da FEC/UNICAMP.

Logística - Serviços - Financeiro e seguros

T1019

PREVISÃO DO COMPORTAMENTO DE ESTACA SUBMETIDA A ESFORÇO DE COMPRESSÃO COM A UTILIZAÇÃO DE PROVAS DE CARGA EM MODELOS EXPERIMENTAIS


Tsai Yu Liang (Bolsista SAE/UNICAMP) e Prof. Dr. Paulo José Rocha de Albuquerque (Orientador), Faculdade de Engenharia Civil, Arquitetura e Urbanismo - FEC, UNICAMP
O trabalho apresenta e discute a execução, e os resultados de provas de carga em estaca metálica em modelo reduzido submetida aos esforços de compressão. O ensaio foi executado em uma caixa de vidro (30cmx30cmx30cm) preenchida por areia com diâmetro dos grãos inferiores a 2mm. Os ensaios foram executados nas condições do solo natural e saturado, e em estado fofo e compacto. Através do volume conhecido da caixa de vidro, pôde-se estimar a quantidade de areia necessária para atingir as condições pré-determinadas: grau de compacidade e saturação. As estacas utilizadas foram constituídas por barra de alumínio 150mmde comprimento e 9,5mm de diâmetro, instrumentadas com strain-gages em sua ponta. As estacas foram calibradas anteriormente à execução dos ensaios.

Estaca modelo - Provas de carga - Instrumentação

T1020

MODELO DE OTIMIZAÇÃO FINANCEIRA DO FLUXO DE CAIXA DE EMPRESAS ENERGÉTICAS


Nathan Shauer (Bolsista PIBIC/CNPq) e Prof. Dr. Paulo Sergio Franco Barbosa (Orientador), Faculdade de Engenharia Civil, Arquitetura e Urbanismo - FEC, UNICAMP
A administração da liquidez é uma das atividades mais importantes do administrador financeiro. Para desempenhar essa função, o profissional de finanças utiliza um dos principais instrumentos de análise e controle financeiro, o fluxo de caixa. O objetivo primordial desse instrumento é fazer a projeção das entradas e das saídas dos recursos financeiros de uma empresa num determinado espaço de tempo. A fim de evitar defasagens no fluxo de caixa utilizam-se métodos de captação de recursos financeiros, como debêntures e notas promissórias. Neste trabalho, a partir de métodos de otimização em programação linear visa-se minimizar o custo de captação desses recursos financeiros em empresas energéticas. O algoritmo usado na otimização do processo foi o SIMPLEX, que é o mais utilizado atualmente e possui diversas interfaces computacionais com as quais pode trabalhar. Espera-se determinar quais os instrumentos de captação mais adequados às obrigações financeiras da empresa, em que momento devem ser utilizados, e qual a melhor combinação entre os métodos de captação de crédito de curto prazo e de longo prazo, de modo a manter a razão ótima entre liquidez e custo de captação.

Otimização - Fluxo de caixa - Energia

T1021

PATRIMÔNIO HISTÓRICO FERROVIÁRIO DE CAMPINAS: ESTUDOS TÉCNICOS SOBRE REBOCOS E REVESTIMENTOS EM FACHADAS DE EDIFÍCIOS DE ALVENARIA ESTRUTURAL


Emy Tihohod (Bolsista SAE/UNICAMP) e Profa. Dra. Regina Andrade Tirello (Orientadora), Faculdade de Engenharia Civil, Arquitetura e Urbanismo - FEC, UNICAMP
Tendo em vista o indiscutível valor histórico, arquitetônico e cultural das edificações do Pátio Ferroviário de Campinas e das construções industriais remanescentes em seu entorno, este trabalho de Iniciação Científica buscou inventariar, catalogar e realizar estudos comparativos iniciais sobre as características técnicas e estéticas no emprego de tijolos em conjuntos significativos de construções de alvenaria estrutural aparente. Como referência, foram utilizados estudos sobre a conservação geral das superfícies das fachadas de seis grupos de edifícios ferroviários campineiros, realizados pelos alunos da disciplina AU 814 - ”Técnicas Retrospectivas em Arquitetura” 2 de 2007 do Curso de Arquitetura e Urbanismo da FEC-UNICAMP. No aprofundamento dos estudos, inicialmente com pesquisa bibliográfica e arquivística, buscou-se embasamento histórico e teórico do emprego do tijolo aparente empregada em construções ferroviárias e industriais no final do século XIX e início do século XX. Depois passando à revisão dos mapeamentos do estado de conservação das fachadas e elaboração de fichas de documentação que auxiliassem na retirada de amostras em visitas de campo, para posterior análise comparativa entre os materiais encontrados nas construções estudadas e discussão dos resultados. Objetivou-se contribuir para o melhor conhecimento dos métodos e técnicas construtivos históricos adotados na região em apoio às futuras intervenções de conservação e restauro.

Patrimônio histórico - Argamassas históricas - Conservação arquitetônica

T1022

IMPLEMENTANDO CAD 4D PARA AUTOCAD NA LINGUAGEM DE PROGRAMAÇÃO AUTOLISP


Eduardo Cacere (Bolsista PIBIC/CNPq) e Profa. Dra. Regina Coeli Ruschel (Orientadora), Faculdade de Engenharia Civil, Arquitetura e Urbanismo - FEC, UNICAMP
Em pesquisa de iniciação científica anterior foi feito um levantamento em campo onde coletou-se dados sobre a construção de casas de auto-construtores e utilizando-se a ferramenta Project 4D dados temporais foram associados a maquete virtual do bairro estudado gerando-se desta forma uma animação que resgatou a evolução de uma quadra em termos das casas ali construídas. Entretanto, o objetivo principal de desenvolver um modulo de CAD 4D em ferramenta de CAD livre não foi atingido e foi então retomado neste trabalho com modificações. Propomos nesta segunda incursão pela problemática a utilização de ferramental mais estabelecido, i.e., o Sistema CAD AutoCAD da AutoDesk e sua linguagem de programação AutoLISP. Desta forma, desenvolveu-se uma rotina CAD4D que traduz o tempo de início e término de um elemento da construção em layers correspondentes requerendo que o elemento geométrico correspondente (ex. laje, parede, fechamentos ...) se duplique com coloração diferente. Foi implementado um processo que lê o cronograma da construção em formato TXT, cria layers correspondentes, faz associações de elementos a layers e liga e desliga layers considerando a ordem temporal das mesmas para representar o surgimento de elementos da construção e simular uma animação. Esta iniciação científica propiciou uma prática com pensamento lógico e compreensão ampliada de CAD4D.

CAD 4D - Autocad - Autolisp

T1023

REÚSO DO EFLUENTE SANITÁRIO EM ROSEIRAS: AVALIAÇÃO DA RAZÃO DE ADSORÇÃO DE SÓDIO (RAS) DO EFLUENTE


Karoline Sayuri Nakamura (Bolsista SAE/UNICAMP), Daniele Tonon, Luccas Erickson de Oliveira Marinho, Luis Antonio Salomão, Mateus Ferreira Chagas. e Prof. Dr. Ronaldo Stefanutti (Orientador), Faculdade de Engenharia Civil, Arquitetura e Urbanismo - FEC, UNICAMP
O reúso de efluente sanitário tratado pode desempenhar um papel essencial no planejamento e na gestão sustentável dos recursos hídricos como uma fonte substituta para o uso de águas destinadas a irrigação. Neste sentido, está sendo avaliada a aplicação de efluente tratado da rede de esgotos da Unicamp, da região do Hospital das Clínicas, em cultivo de Rosa sp., variedade Ambiance e porta-enxerto Natal-Bryan. O cultivo foi estabelecido em ambiente protegido, em canteiros que recebem irrigação controlada, obedecendo a um delineamento experimental inteiramente casualizado, contendo 4 repetições e 6 tratamentos, totalizando 24 parcelas sendo: i)água limpa sem fertilização; ii)efluente sem fertilização; iii) efluente polido sem fertilização; iv)adubação convencional + água limpa; v) adubação convencional + efluente; vi) adubação convencional + efluente polido. O principal objetivo deste estudo é fornecer subsídios para o reúso de efluentes tratados em parques e jardins. Neste sentido foram avaliados os efluentes observando-se que a concentração média de Na foi de 55,2 mg. L-1, indicando o uso seguro do efluente para irrigação, conforme CETESB (2006). Outro parâmetro avaliado, a RAS média, esta foi inferior a 3, o que confere o uso sem riscos de impermeabilização do solo (FAO, 2004). Os metais investigados como o Cd e o Cu apresentaram valores inferiores a 0,2 mg. L-1 e 1 mg. L-1, respectivamente, o que permitem o uso para irrigação.

Reuso - Pós-tratamento - Efluente

T1024

AVALIAÇÃO DO TEOR DE METAIS PESADOS NO SOLO, ÁGUA E PLANTA, EM UM SISTEMA DE IRRIGAÇÃO DE EUCALIPTO POR EFLUENTE TRATADO


Mateus Ferreira Chagas (Bolsista SAE/UNICAMP), Luccas Erickson de Oliveira Marinho, Luis Antonio Salomão e Prof. Dr. Ronaldo Stefanutti (Orientador), Faculdade de Engenharia Civil, Arquitetura e Urbanismo - FEC, UNICAMP
Uma alternativa para o planejamento e gestão sustentável dos recursos hídricos destinados a fins agrícolas e de irrigação encontra-se no reúso de efluente sanitário tratado. Tal utilização, além de reduzir os impactos ambientais aos corpos d’água e ao solo, possui atrativos do ponto de vista agronômico, pois é uma forma de reciclagem de nutrientes e de água. Utilizou-se para esta pesquisa mudas clonadas de eucalipto grandis, a fim de analisar a eficácia do reuso agrícola de efluente, por meio do monitoramento de metais pesados (Cd, Cr, Cu, Pb, Zn) nas plantas e nas águas de irrigação e percoladas no solo. O estudo foi feito com 08 tratamentos e 4 repetições, totalizando 32 parcelas. O efluente utilizado na irrigação foi proveniente de uma estação de tratamentos de efluentes por lagoa, localizada em Franca, interior de São Paulo, operada sob a concessão da SABESP. A determinação de metais pesados foi feita por espectrometria de absorção atômica. Em todos os tratamentos, as águas de irrigação não apresentaram concentrações significantes dos referidos metais. Porém, foi verificada a presença destes nas águas percoladas. Os resultados mostraram ainda uma grande concentração de zinco, cobre e cromo nas plantas, provenientes do solo de plantio. Também observou-se que, apesar da massiva presença de chumbo percolado, este metal não estava presente nas plantas.

Reúso - Esgoto doméstico - Metais pesados

T1025

REÚSO DO EFLUENTE SANITÁRIO EM ROSEIRAS: AVALIAÇÃO DA REMOÇÃO DA TOXICIDADE


Priscila Ramos Antoniolli (Bolsista PIBIC/CNPq), Daniele Bertarco Ramirez, Luccas Erickson de Oliveira Marinho, Francisco Anaruma Filho (Co-orientador) e Prof. Dr. Ronaldo Stefanutti (Orientador), Faculdade de Engenharia Civil, Arquitetura e Urbanismo - FEC, UNICAMP
O reúso de efluente tratado pra irrigação tem sido uma prática crescente pois reduz a demanda sobre os mananciais de água devido à substituição da água potável por uma água de qualidade inferior. Porém faz-se necessário o monitoramento dos efeitos indesejáveis oriundos do reúso, e para tal, devem ser realizados ensaios ecotoxicológicos. Nos ensaios de toxicidade aguda, observam-se critérios como mortalidade (principalmente para vertebrados) e de imobilidade (principalmente para invertebrados). Esses critérios são facilmente determinados, tendo amplo significado biológico e ecológico para o ambiente.Os dafinídeos, espécies do gênero Daphnia, são uma importante fonte de organismos para testes de toxicidade aguda, por serem bastante sensíveis a poluentes, facilmente cultiváveis em laboratório e por apresentarem estabilidade genética (são partenogenéticos), o que proporciona a obtenção de lotes bem uniformes de organismos. Essa análise permite determinar a concentração dos efluentes que causa imobilidade a 50% dos organismos jovens (CE 50) do microcrustáceo Daphnia similis, expostos por um período de 48 horas. Para a análise, foram utilizados vários intervalos de concentrações. Onde foram adicionados um total de 20 neonatos de Daphnia similis, distribuídos em número de cinco em cada uma das quatro réplicas. Foram realizadas também leituras do pH, oxigênio dissolvido (OD), condutividade e dureza de cada concentração. O cálculo para a determinação da CE50 foi realizada pelo programa estatístico Trimmed Spearman Karber.

Reuso - Pós-tratamento - Daphina

T1026

UTILIZAÇÃO DOS ANÉIS DE CRESCIMENTO DE ESPÉCIES ARBÓREAS PARA O MONITORAMENTO DA POLUIÇÃO AMBIENTAL POR METAIS


Frederico Goulart Barbosa (Bolsista IC CNPq) e Profa. Dra. Silvana Moreira (Orientadora), Faculdade de Engenharia Civil, Arquitetura e Urbanismo - FEC, UNICAMP
Com o intenso crescimento populacional e a industrialização ocorrida nas últimas décadas, tem ocorrido um aumento contínuo de emissão de poluentes na atmosfera. Desta forma o monitoramento da qualidade do ar se faz cada vez mais imprescindível. Esses poluentes quando lançados na atmosfera provocam efeitos adversos na saúde humana através da inalação, mas podem atingir também a flora afetando o seu desenvolvimento. Os bioindicadores permitem identificar as interações que ocorrem entre os contaminantes e os organismos vivos o que permite pôr em prática ações remediadoras ou, melhor ainda, ações preventivas. Daí a importância e o interesse atual de incorporação da análise de bioindicadores em programas de avaliação da contaminação ambiental. Toda e qualquer espécie de árvore registra em seu lenho as alterações que ocorrem no meio ambiente. Desta forma o objetivo deste projeto é utilizar os anéis de crescimento da espécie de Copaífera langsdorfii (Copaíba) para o monitoramento de metais pesados na região de Piracicaba, utilizando a Fluorescência de Raios X por Reflexão Total com Radiação Síncrotron (SR-TXRF). As amostras de Copaífera langsdorfii foram coletadas do Campus da ESALQ/USP, em uma região onde se concentra um grande número de indústrias siderúrgicas e metalúrgicas, e, além disso, com uma intensa produção agrícola baseada na cana-de-açúcar, com intensa emissão de poluentes gerados pela queima de biomassa.

Biomonitores - Metais pesados - Fluorescência de raios X

T1027

AVALIAÇÃO DA QUALIDADE DO AR: ANÁLISE DE METAIS PESADOS NO MATERIAL PARTICULADO DA REGIÃO DE CAMPINAS


Laiz Vieira Rodrigues (Bolsista IC CNPq) e Profa. Dra. Silvana Moreira (Orientadora), Faculdade de Engenharia Civil, Arquitetura e Urbanismo - FEC, UNICAMP
A qualidade do ar ao longo dos anos tem se mostrado em desacordo com os padrões aceitáveis estabelecidos pelos órgãos ambientais, causando efeitos adversos na saúde humana em especial às crianças e aos idosos. Os efeitos tóxicos dos metais pesados gerados principalmente por ações antrópicas são bem conhecidos, mas estudos de poluição ambiental com ênfase nestes elementos ainda são poucos. Desta forma o objetivo desta pesquisa é determinar os elementos presentes no material particulado (partículas menores que 10 µm), coletado na cidade de Limeira (SP) em duas frações, a fina (PM2,5) e a grossa (PM10). O sistema de amostragem do material particulado adotado foi o da filtração seqüencial. Para o preparo das amostras, os filtros contendo o material particulado são submetidos a um processo de remoção ácida onde posteriormente foram analisados pela técnica de Fluorescência de Raios X por Reflexão Total com Radiação Síncrotron (SR-TXRF). Foram observados nos resultados preliminares que o Fe, apresenta altos valores de intensidade fluorescente tanto na fração fina quanto na grossa e está presente em todas as amostras, o mesmo ocorre para o Zn e Ca. Já para o Si as maiores intensidades foram observadas na fração grossa do material particulado enquanto que P e Al foram detectados apenas em algumas das amostras.

Material particulado - Poluição atmosférica - Fluorescência de raios X

T1028

O PROCESSO CRIATIVO EM TERRITÓRIOS HABITACIONAIS SOCIAIS


Nathália Del Roy (Bolsista PIBIC/CNPq) e Profa. Dra. Sílvia Aparecida Mikami Goncalves Pina (Orientadora), Faculdade de Engenharia Civil, Arquitetura e Urbanismo - FEC, UNICAMP
A cidade contemporânea, resultado da sobreposição de intervenções de períodos anteriores, aparece com um aspecto fragmentado espacialmente e caracteriza-se por intensa complexidade e desigualdade. Os territórios habitacionais, especialmente aqueles de caráter social, apresentam grande importância na configuração da cidade por constituírem áreas com diversos conflitos, e que por, se instalarem em regiões degradadas ou com baixa infra-estrutura, acabam impactando negativamente na sustentabilidade das cidades. Como premissa desta pesquisa, considera-se que a criatividade é um processo mental de grande importância e influência no projeto de Arquitetura e Urbanismo, especialmente naqueles onde está presente a complexidade programática ou a necessidade de se trabalhar com inúmeros e distintos fatores. Esta pesquisa propõe-se, então, a identificar a vinculação dos fatores relativos ao contexto dos projetos com o processo criativo de cada projetista. Como objetos de estudo, são analisadas experiências internacionais e brasileiras de projetos habitacionais para identificação de tais vínculos, pretendendo-se obter um quadro esquemático das vinculações entre fatores intervenientes, processo projetual e soluções propostas. Tal síntese pode vir a ser um instrumental de apoio aos projetistas em projetos semelhantes.

Habitação social - Processo de projeto - Criatividade

T1029

HABITAÇÃO URBANA E HABITAÇÃO RURAL: O CASO DE LIMEIRA/SP


Rodolfo José Viana Sertori (Bolsista PIBIC/CNPq) e Profa. Dra. Sílvia Aparecida Mikami Goncalves Pina (Orientadora), Faculdade de Engenharia Civil, Arquitetura e Urbanismo - FEC, UNICAMP
A questão da habitação social no Brasil ainda caracteriza-se como um grande problema a ser resolvido. Garantir à população o direito à habitação de qualidade significa, também, garantir o pleno direito à cidade, sobretudo quando esta ação ocorre por meio de um planejamento eficiente e sustentável do território. Neste sentido, o presente trabalho, desenvolvido no município de Limeira/SP, buscou analisar, comparativamente, algumas características do plano habitacional, em dois bairros localizados em áreas distintas da cidade, sendo um da área urbana e o outro da área rural. Para a análise, foi realizado um breve mapeamento territorial do município, como base para posterior seleção dos bairros. Em seguida, foram realizadas visitas aos bairros, para seleção das unidades habitacionais e entrevistas com os moradores. Os dados foram obtidos por meio de um questionário específico e de observações diretas. Para a organização dos dados coletados, estruturou-se um quadro comparativo, evidenciando as potencialidades, dificuldades e carências de cada bairro, no âmbito habitacional. Os resultados preliminares obtidos poderão servir como subsídios que poderão complementar e enriquecer as discussões sobre políticas públicas habitacionais, principalmente no universo das cidades médias paulistas.

Habitação - Território rural e urbano - Qualidade ambiental espacial

T1030

DIFUSORES ACÚSTICOS: MÉTODOS DE AVALIAÇÃO E APLICAÇÕES


Guilherme Orelli Paiva (Bolsista SAE/UNICAMP) e Profa. Dra. Stelamaris Rolla Bertoli (Orientadora), Faculdade de Engenharia Civil, Arquitetura e Urbanismo - FEC, UNICAMP
A reflexão do som pode ser atenuada pelas superfícies absorvedoras, redirecionada por um refletor ou dispersada. Quando uma superfície dispersa uniformemente uma porção significante de som, ela é chamada de difusor. Os difusores acústicos são uma alternativa ou um complemento para a solução de problemas acústicos e, ao contrário da absorção, não removem muita energia e reduzem as reflexões primárias. Este projeto teve por objetivo fazer uma revisão bibliográfica acerca dos difusores acústicos, destacando definições, classificações, métodos de modelagem e métodos de avaliação. Serão analisados parâmetros como geometria da sala, material e forma da superfície difusora, freqüência da onda incidente, intensidade polar das ondas difundidas e área de difusor necessário para o conforto acústico. Esse projeto terá continuidade com o estudo de caso de aplicação de difusor.

Difusores - Acústica - Espalhamento

T1031

LEVANTAMENTO DE CRITÉRIOS DE DESEMPENHO ACÚSTICO DE EDIFICAÇÕES


Renato Moura Lima (Bolsista PIBIC/CNPq) e Profa. Dra. Stelamaris Rolla Bertoli (Orientadora), Faculdade de Engenharia Civil, Arquitetura e Urbanismo - FEC, UNICAMP
Para cada tipo de ambiente existem atributos acústicos bem característicos. Entretanto, a análise desses atributos é considerada complexa por parte dos projetistas, e é por este motivo objeto de pesquisa e desenvolvimento. Esse projeto teve como objetivo levantar e organizar critérios de desempenho acústico de diferentes edificações como teatros, museus, salas de concerto, salas de aula, salas de estudo, bibliotecas. Esses critérios são estudos que estavam espalhados pela literatura, em livros, teses, artigos científicos e normas. Os critérios e parâmetros levantados foram relacionados com cada tipo de edificação. Estes estudos levaram em conta, por exemplo, parâmetros acústicos como: tempo de decaimento inicial (EDT - Early Decay Time), tempo de reverberação (TR), clareza (C80), definição (D50) e índice de transmissão da fala (STI – Speech Transmisson Index), Isolamento (Rw ou STC) e outros que apareceram no levantamento bibliográfico. Baseando-se nos resultados obtidos para esses parâmetros, criou-se um banco de dados com os critérios reunidos para cada tipo de ambiente como teatros, museus, salas de concerto, salas de aula, salas de estudo, bibliotecas, levando em conta as diferentes necessidades, funções e características arquitetônicas e construtivas.

Desempenho acústico - Qualidade acústica - Acústica de edificações

T1032

ESTUDO DE FÊNOMENOS ACÚSTICOS RELEVANTES NA CONSTRUÇÃO DE UM ESTÚDIO DE GRAVAÇÃO


Rodolfo Thomazelli (Bolsista SAE/UNICAMP) e Profa. Dra. Stelamaris Rolla Bertoli (Orientadora), Faculdade de Engenharia Civil, Arquitetura e Urbanismo - FEC, UNICAMP
Várias construções, como auditórios, teatros, salas de aula, salas de concerto, salas de pratica musical, salas de show, estúdios devem atender certos padrões acústicos para que funcionem de acordo com o previsto. Para isso, devem-se levar em conta os fenômenos e parâmetros acústicos presentes que possam interferir (positiva ou negativamente) nos objetivos da construção. Esse projeto consistiu em listar e estudar os fenômenos acústicos julgados relevantes na construção de um estúdio de gravação de sala pequena, obtidos por meio de levantamento bibliográfico em livros, revistas especializadas, revistas cientificas e sítios da rede. Os parâmetros encontrados foram organizados e analisados de forma crítica. Medidas acústicas realizadas num estúdio de gravação de sala pequena já construída foram efetuadas e serviram como base de comparação com os resultados obtidos pelo o levantamento bibliográfico.

Acústica - Estúdio - Gravação

T1033

AUXÍLIO A PROJETO PARA REDUÇÃO DE IMPACTOS AMBIENTAIS DE EDIFÍCIOS: BIBLIOTECA DE ESTRATÉGIAS APLICÁVEIS E DE TECNOLOGIAS DISPONÍVEIS NO BRASIL


Cássia Bartsch Nagle (Bolsista FAPESP) e Profa. Dra. Vanessa Gomes da Silva (Orientadora), Faculdade de Engenharia Civil, Arquitetura e Urbanismo - FEC, UNICAMP
A indústria da construção provavelmente representa a atividade humana com maior impacto sobre o meio ambiente. Pesquisas visando reduzir os impactos ambientais de edifícios receberam investimento crescente ao longo da última década. A definição de estratégias para minimização do uso de recursos não renováveis, economia de energia e redução de resíduos de construção, em especial, foram amplamente estimulados por agências governamentais, instituições de pesquisa e pelo setor privado de diversos países. No entanto, uma das principais deficiências identificadas está na formação de profissionais habilitados a participarem do processo de produção destas edificações. A atualização curricular demora a absorver as mudanças e os profissionais já formados necessitam ter uma fonte direta e prática de informações. Neste sentido, esta pesquisa reuniu e publicou on-line um conjunto de diretrizes de projeto e de alternativas tecnológicas que podem contribuir para a redução do impacto ambiental de edifícios, inserindo-se no esforço de preencher a lacuna entre a teoria e a prática profissional e prover meios de informação aos projetistas. Foi enfatizada a inserção do estado de conhecimento e dos avanços tecnológicos relativos aos últimos cinco anos e o levantamento das alternativas tecnológicas disponíveis para utilização imediata no país, posicionando-as em relação às alternativas disponíveis no exterior. Com isto, espera-se criar instrumentos de auxílio à tomada de decisões ao longo do processo de projeto e construção.

Projeto e construção sustentável - Tecnologias e estratégias - Biblioteca

T1034

PROCESSO DE PROJETO INTEGRADO VISANDO À MELHORIA DO DESEMPENHO AMBIENTAL DE EDIFICAÇÕES: LEVANTAMENTO, ANÁLISE E COMPARAÇÃO DE DOIS ESTUDOS DE CASO


Daniel Paulo Nani (Bolsista PIBIC/CNPq) e Profa. Dra. Vanessa Gomes da Silva (Orientadora), Faculdade de Engenharia Civil, Arquitetura e Urbanismo - FEC, UNICAMP
Dentro de uma estratégia para a promoção de usos sustentáveis na construção civil, sistemas de avaliação e classificação do desempenho ambiental dos edifícios podem desempenhar um papel importante, através da certificação, porém este constitui apenas um dos meios necessários para promover usos sustentáveis. A complexidade dos processos de projeto, produção e uso dos edifícios abrangem várias áreas de conhecimento, de forma que os problemas só poderão ser enfrentados através da integração entre trabalhos interdisciplinares nos processos de projeto. Esse pressuposto supõe que o trabalho interdisciplinar deve acontecer desde as primeiras etapas de projeto. O apoio que essa pesquisa dá ao mestrado agraciado com bolsa CAPES tem por objetivo estabelecer uma referência teórica, compreendendo os elementos metodológicos fundamentais que caracterizam processos de projeto integrados e, a partir desta, posicionar dois estudos de caso nacionais. Seus principais objetivos são: (1) contribuir no levantamento bibliográfico sobre processo de projeto integrado e estudos de casos disponíveis na literatura; (2) apoiar no desenvolvimento de instrumentos para sistematização de análise documental (questionários-guia para sintetizar uma primeira apresentação); (3) auxiliar na análise dos estudos de casos (análise documental, apoio na realização de entrevistas e na análise comparativa com a referência teórica).

Metodologia de projeto - Processo de projeto integrado - Projeto e construção sustentável





Compartir con tus amigos:
1   ...   81   82   83   84   85   86   87   88   ...   95


La base de datos está protegida por derechos de autor ©psicolog.org 2019
enviar mensaje

enter | registro
    Página principal


subir archivos