Universidade estadual de campinas


Núcleo de Estudos da População



Descargar 4.56 Mb.
Página81/95
Fecha de conversión03.12.2017
Tamaño4.56 Mb.
Vistas2287
Descargas0
1   ...   77   78   79   80   81   82   83   84   ...   95

Núcleo de Estudos da População

H0803

CAMINHAR E ESCUTAR: UMA TRILHA PARA CONHECER A CIDADE


Fábio Rocha Campos e Prof. Dr. Eduardo José Marandola Junior (Orientador), Núcleo de Estudos da População - NEPO, UNICAMP
Escutar a cidade hoje, é perceber um universo de sons artificiais e/ou naturais. É viver em ambientes sonoros agradáveis e por muitas vezes desagradáveis. É se incomodar com o tráfego excessivo de automóveis e se tranqüilizar com o silêncio que um bosque ou área verde proporciona. Para perceber estas nuances existencialmente é necessário ouvir a cidade, caminhando por ela. O caminhar possibilita ao homem perceber e sentir as paisagens que a cidade revela. Seguindo nossa tradição ocidental, as paisagens ainda são apreendidas substancialmente pela visão, estando ela ligada diretamente aos geógrafos. No entanto, a experiência ambiental da cidade se dá por todos os sentidos (tato, audição, visão, olfato e paladar) sendo, portanto, fundamental ampliar o sentido de paisagem e cidade, ampliando seus significados. A paisagem também é sonora, e esta é uma forma importante de conhecer e apreender a cidade. Partindo deste entendimento, utilizamos a soundwalk (trilha sonora) como método de conhecer e escutar a cidade. Elaboramos e executamos uma trilha no bairro Cambuí, em Campinas, pontuando e significando os lugares, tornando o escutar o condutor do caminhar. Esta experiência revela um sentido da cidade vivida e percebida pelo pé e pelo ouvido, dando novos contornos e significados à paisagem do bairro e da cidade.

Experiência urbana - Paisagem sonora - Soundwalk

H0804

TRAMA, PERSONAGENS E LUGARES: UMA EXPERIÊNCIA LITERÁRIA DE KYOTO


Priscila Marchiori Dal Gallo e Prof. Dr. Eduardo José Marandola Junior (Orientador), Núcleo de Estudos da População - NEPO, UNICAMP
A trama literária é elaborada no entrelaçamento dos personagens e dos lugares. Elementos indissociáveis, eles constituem o próprio fio narrativo, contaminando-se mutuamente, à medida que as características de um podem ser reveladas no outro. Essa associação entre personagens, lugares e trama é a chave para acompanhar a construção narrativa de Kyoto, romance do japonês Yasunari Kawabata. A obra apresenta a cidade a partir do cotidiano de suas personagens. A partir da sua experiência, o autor projeta uma imagem da cidade, indissociável das personagens e de sua forma particular de esperienciâ-la. A imagem da cidade revela aspectos que permitem pensar a forma própria da experiência do espaço pelos japoneses, envoltos no conflito-coexistência da tradição e da modernidade, do oriente e do ocidente, aspecto relevante da narrativa de Kawabata. Eles convivem com duas visões de mundo, transitam espacialmente entre dois tempos e duas culturas, o que lhes confere uma noção própria sobre as cidades, os lugares e sua geograficidade.

Geografia e literatura - Esperiência - Japão

H0805

CONTRIBUIÇÃO DOS DOMICÍLIOS DE UMA E DUAS PESSOAS NO TAMANHO MÉDIO DE DOMICÍLIO


Yuzo Artur Sakanoue Hatori (Bolsista IC CNPq) e Profa. Dra. Elisabete Doria Bilac (Orientadora), Núcleo de Estudos da População - NEPO, UNICAMP
No artigo “Size and Age Structure of Family Households: Exploratory Comparisons”, Simon Kuznets, desenvolve um método que permite a comparação das contribuições dos domicílios de diferentes tamanhos para o tamanho médio total obtido. Aplicando este método na análise comparativa das características domiciliares da RMC e da RMBS, inicialmente calculamos a média de adultos por domicílios para ambas as regiões encontrando 2,63 e 2,33 respectivamente. Verificamos também que a contribuição dos domicílios unipessoais para estas médias é de –0,16 (para a RMC) e –0,26 (para a RMBS) e as dos domicílios de duas pessoas é de –0,15 e –0,16 respectivamente. Estes dados significam que na RMC o tamanho médio dos domicílios sofre uma redução de 6,1% em função da presença dos domicílios unipessoais e de 5,7% em função da presença dos domicílios de duas pessoas. Já na RMBS o tamanho médio dos domicílios sofre uma redução de 11,2% em função dos domicílios unipessoais e 6,9% em função da presença dos domicílios de duas pessoas ou mais.

Tamanho médio de domicílio - Campinas - Santos

H0806

IMIGRAÇÃO INTERNACIONAL E DINÂMICA DEMOGRÁFICA PAULISTA NO TEMPO DO CAFÉ


Dafne Sponchiado Firmino da Silva (Bolsista IC CNPq) e Profa. Dra. Maria Silvia Casagrande Beozzo Bassanezi (Orientadora), Núcleo de Estudos da População - NEPO, UNICAMP
Este trabalho dá continuidade ao estudo da dinâmica demográfica em Campinas e suas relações com os processos sócio-econômicos, tendo como fonte os Anuários Demógrafos Sanitários (1901-1928), publicados pela Diretoria do Serviço Sanitário do Estado de São Paulo. Nesta fase, focalizamos a mortalidade no período que se segue às grandes epidemias de febre amarela que assolaram Campinas no final do século XIX, segundo as variáveis: sexo, idade, nacionalidade, cor e causa morte. Essas variáveis não foram publicadas nos anuários com a mesma uniformidade e continuidade no período; a partir de 1913 que são mais abrangentes. Após a análise das possibilidades oferecidas pela fonte, a digitação dos dados, elaboração de tabelas e gráficos e respectiva análise, verificaram-se diferenciais de mortalidade: por sexo, por idade e nacionalidade. Entre brasileiros e estrangeiros, esses diferenciais deviam-se não só a problemas de adaptação a terra, mas à estrutura etária de ambos os grupos e ao local de residência rural ou urbana. Além disso, a mortalidade no período era afetada pelas políticas públicas de saúde, que estavam subordinadas aos interesses cafeeiros, preocupando-se mais com o controle de epidemias e diminuição das endemias e menos com as condições de vida e higiene da população, que afetavam principalmente as crianças.

Demografia histórica - Imigração internacional - São Paulo

H0807

TEKOHA GUARANI NO ESTADO DE SP: HISTÓRIA E DINÂMICA POPULACIONAL


Claudeni Fabiana Alves Pereira (Bolsista PIBIC/CNPq) e Profa. Dra. Marta Maria do Amaral Azevedo (Orientadora), Núcleo de Estudos da População - NEPO, UNICAMP
A existência de povos indígenas no Estado de SP é pouco conhecida. Nesse sentido, o que se sabe a respeito desses povos, muitas vezes, são noções idealizadas e preconceituosas. A maior população indígena vivendo em território indígena nesse estado é os povos Guarani Ñandeva, Guarani Mbyá e os autodenominados Tupi-Guarani - são povos distintos que compõem um povo maior, denominado de Guarani. Este trabalho examinou a história e dinâmica populacional recente (século XX) desses povos em SP; investigou os deslocamentos espaciais e ocupação de novos territórios, bem como fissão de antigos grupos locais, e concluiu que estes processos estão baseados na maneira Guarani de atribuir significação aos territórios, ou seja, mesmo com a influência da sociedade que os envolve persiste o modo de vida Guarani - teko, contrariando noções comuns. Para tanto, houve sistematização de dados populacionais e históricos e realização de entrevistas dos líderes das comunidades focadas pelo projeto: Rio Silveira (em Bertioga), Rio Branco e Aldeinha (em Itanhaém) e Piaçaguera (em de Peruíbe). A partir das análises dessas histórias de vida e informações históricas e populacionais, foram elaboradas genealogias feitas a partir de cada etapa de vida, mapas e esquemas analíticos. Com isto, procuramos contribuir para o conhecimento da formação histórica das aldeias guarani em SP e discussão metodológica.

Demografia - Antropologia - Dinamica populacional

H0808

INTENÇÕES E DECISÕES REPRODUTIVAS NO CONTEXTO DO HIV


Vivian dos Santos Alves Matosinho (Bolsista IC CNPq) e Profa. Dra. Regina Maria Barbosa (Orientadora), Núcleo de Estudos da População - NEPO, UNICAMP
A temática desse estudo privilegia a discussão sobre desejo e decisão reprodutiva de mulheres no contexto do HIV, tendo como principais objetivos compreender a relação entre a condição sorológica e o desejo de ter filhos, apreender os significados do desejo reprodutivo e entender o processo de realização desse desejo. Em relação à abordagem da pesquisa, em andamento, trata-se de um estudo qualitativo, que se apóia, sobretudo, no acompanhamento da discussão na literatura acadêmica e na análise de conteúdo de entrevistas em profundidade, tendo como principal referencial teórico o conceito de direitos reprodutivos. Os resultados preliminares apontam que o desejo de ter filhos não mudaria significativamente com a condição de soropositivo, contudo, exerceria um peso determinante sobre as decisões reprodutivas. Percebe-se ainda que, múltiplas e distintas dimensões influenciariam o processo de realização desse desejo, mostrando que o campo das decisões reprodutivas ultrapassaria a dimensão privada. Assim, para compreender a concretização do desejo da maternidade nesse contexto particular faz-se necessário considerar fundamentalmente o papel desempenhado pelas instituições médicas, pelo contexto sócio-econômico e cultural e pelas relações interpessoais, principalmente.

Desejo - Maternidade - Direitos reprodutivos



Núcleo de Estudos de Políticas Públicas

H0809

AÇÕES ESTATAIS PARA A DIMINUIÇÃO DA POBREZA: UM OLHAR SOBRE AS MULHERES


Luciana Ramirez da Cruz (Bolsista IC CNPq) e Profa. Dra. Lilia Terezinha Montali (Orientadora), Núcleo de Estudos de Políticas Públicas - NEPP, UNICAMP
O estudo analisa as políticas públicas para a redução da pobreza através de programas de transferência de renda tendo como foco do estudo as mulheres. A análise das desigualdades de gênero está presente, sob o olhar, tanto da desigualdade no mercado de trabalho em relação às dificuldades de inserção e ao subemprego aos quais as mulheres se submetem; os discursos estatais sobre a mulher e sua relação com os programas de transferência de renda – o Bolsa Família – como também dos novos arranjos familiares que colocam a mulher como responsável pela manutenção e gestão dos domicílios. Como elementos norteadores, utilizo as concepções sobre: família e as mudanças nos arranjos familiares; as modificações no mercado de trabalho e a inserção da força de trabalho feminina a partir da década de 1990; os arranjos mais vulneráveis à pobreza, centrando nos arranjos nucleados por casais e nos arranjos chefiados por mulheres sem cônjuge - eixos do Projeto Central. Ainda como norteador, realizo a análise sobre o Estado como provedor do bem estar social nas políticas sociais e de transferência de renda. Como procedimento metodológico, esse estudo realiza levantamento bibliográfico sobre as transformações na família, indicadores de condições de vida e de pobreza, e sobre os programas de transferência de renda, tendo por referência empírica os dados da PNAD 2006.

Relação família-trabalho - Mulher chefe de família - Políticas públicas



Núcleo Interdisciplinar de Informática Aplicada à Educação

H0810

LETRAMENTO DIGITAL EM FOCO: DESIGN DE INTERAÇÃO NA CONSTRUÇÃO DE UM WEB-DOCUMENTÁRIO


Ravena Sena Maia (Bolsista PIBIC/CNPq), Hermes Renato Hildebrand e Profa. Dra. Fernanda Maria Pereira Freire (Orientadora), Núcleo Interdisciplinar de Informática Aplicada à Educação - NIED, UNICAMP
Este trabalho visa a elaboração de um web-documentário que relata o processo de letramento digital de uma professora do ensino fundamental de uma escola pública do município de Campinas (SP), tomando-o como um caso específico para a análise dos conceitos de design de interação. Com este estudo, pretende-se desenvolver alternativas de linguagem visual e interatividade que possibilitem uma interface gráfica que torne possível a comunicação entre o usuário e o respectivo conteúdo de maneira organizada, estruturada e acessível, levando em consideração demandas socioculturais e de inclusão digital.

Design de interação - Web-documentário - Letramento digital





Compartir con tus amigos:
1   ...   77   78   79   80   81   82   83   84   ...   95


La base de datos está protegida por derechos de autor ©psicolog.org 2019
enviar mensaje

enter | registro
    Página principal


subir archivos