Encarando vita de João Bielh



Descargar 0.65 Mb.
Página8/9
Fecha de conversión10.12.2017
Tamaño0.65 Mb.
1   2   3   4   5   6   7   8   9

Chamadas para Publicação

A PÓS - Revista Brasiliense de Pós-Graduação em Ciências Sociais, que se propõe a facilitar e ampliar, para autores/as e leitores/as, o campo de circulação, o contato e o debate de pesquisas no âmbito das Ciências Sociais, tem o prazer de convidar a comunidade acadêmica a colaborar na construção do seu décimo número e seguintes.

A Revista é organizada por alunos/as de pós-graduação das unidades que constituem o Instituto de Ciências Sociais da Universidade de Brasília, a saber: Departamento de Antropologia (DAN), Departamento de Sociologia (SOL) e Centro de Pesquisa e Pós-Graduação sobre as Américas (CEPPAC). Durante sua existência, a PÓS tem sido marcada pelo caráter interdisciplinar e democrático, que se reflete na diversidade de temas e perspectivas acolhidas para publicação.

A partir deste momento, a Revista PÓS encontra-se permanentemente aberta ao recibemento de artigos e resenhas. Também poderão ser abertas chamadas temáticas a critério da Comissão Editorial.



Normas para Publicação





  1. A PÓS publicará artigos, resenhas, traduções, entrevistas e comunicações de pesquisa (e.g. projeto) de pós-graduandos/as nas áreas que constituem as Ciências Sociais e áreas afins, escritos em português ou espanhol.




  1. Os trabalhos devem ser enviados em mídia digital (ver endereço ao final) e/ou para o e-mail . Os artigos devem ter: (i) no máximo 20 laudas numeradas; (ii) escritos em fonte Times New Roman tamanho 12; (iii) espaçamento entre linhas 1,5; (iv) margens superior, inferior, esquerda e direita de 2,5 cm; e (v) arquivo em formato RTF. As resenhas deverão ter no máximo 4 laudas e as demais “formas textuais", no máximo 15 laudas, respeitadas as demais especificações definidas acima




  1. Os trabalhos recebidos serão submetidos a dois/uas pareceristas especializados/as no tema. Caso haja sugestão de modificação por parte de avaliador/a, para que o trabalho seja publicado o/a autor/a deverá se comprometer a efetuá-las no prazo dado pela Comissão Editorial, respeitados os limites estipulados no parágrafo anterior.




  1. Os trabalhos deverão ser acompanhados de resumo de no máximo 200 palavras, em português e em inglês (abstract), que sintetize o propósito e método do trabalho. Também deverão conter três palavras-chave em português e em inglês (key-words).

5. Eventuais notas devem estar localizadas em rodapé e indicadas por algarismos arábicos em ordem crescente.


6. Todos os trabalhos deverão conter o (i) título em português e (i) em inglês, (iii) nome do/a autor/a, (iv) filiação institucional, e (iv) endereço, telefones e e-mail para contato. É responsabilidade do/a autor/a manter seus dados para contato, atualizados junto à revista, durante o período em que o artigo estiver em avaliação.
7. As referências bibliográficas devem obedecer às normas da ABNT, especificadas abaixo:
7.1) No corpo do texto, a indicação de referência nas citações diretas deve trazer autor(es), ano de publicação e página(s); nas citações indiretas a indicação de página é opcional, conforme os modelos:
De acordo com Becker (1977, p. 60): “A sociedade cria os desvios a partir das regras e sanções estabelecidas e aplicadas a indivíduos ou grupos vistos como transgressores.”
Sabemos que “[…] o desvio é criado pela sociedade […]” (Becker, 1977, p. 60).

ou

Sabemos que a sociedade cria os desvios a partir das regras e sanções estabelecidas e aplicadas a indivíduos ou grupos vistos como transgressores (Becker, 1977).


7.2) As citações diretas com mais de três linhas, no texto, devem ser destacadas com recuo de 1,5 e com fonte tamanho 11, sem aspas, em espaço simples; transcrições das falas dos informantes seguem a mesma norma, conforme o modelo:
Um mito diz respeito sempre a acontecimentos passados: “antes da criação do mundo”, ou “durante os primeiros tempos”, em todo caso “faz muito tempo”. Mas o valor intríseco atribuído ao mito provém de que estes acontecimentos, que decorrem supostamente em um momento do tempo, formam também uma estrutura permanente. Esta se relaciona simultaneamente ao passado, ao presente e ao futuro. (Lévi-Strauss, 1967, 241)

7.3) As referências, no final do texto, devem seguir os modelos:


a) Livro (e guias, catálogos, dicionários, etc.) no todo: autor(es), título (em itálico e separado por dois-pontos do subtítulo, se houver), número da edição (se indicado), local, editora, ano de publicação:
DESCOLA, Philippe. As lanças do crepúsculo. São Paulo: Cosac Naify, 2006.
GREINER, Christine; BIÃO, Armindo (Org). Etnocenologia: textos selecionados. São Paulo: AnnaBlume,1998.
MINISTERIO DE SALUD. Unidad Coordinadora Ejecutora VIH/SIDA y ETS. Boletín de SIDA: programa nacional de lucha contra los retrovirus del humano y SIDA. Buenos Aires, mayo 2001.
b) Parte de livro (fragmento, artigo, capítulo em coletânea): autor(es), título da parte seguido da expressão “In:”, autor(es) do livro, título (em itálico e separado por dois-pontos do subtítulo, se houver), número da edição (se indicado), local, editora, ano de publicação, página(s) da parte referenciada:
BIÃO, Armindo. Estética performática e Cotidiano. In: TEIXEIRA, João Gabriel (Org). Performáticos, Performance e Sociedade. Brasília: Editora UnB, 1996. P.12-20
c) Artigo/matéria em periódico (revista, boletim, etc.): autor(es), título do artigo, nome do periódico (em itálico), local, ano e/ou volume, número, páginas inicial e final do artigo, data.
VELHO, Otávio. De Bateson a Ingold: passos na constituição de um paradigma ecológico. Mana. Rio de Janeiro, ano7, n.2, p.133-140, 2001.
d) Artigo/matéria em jornal: autor(es), título do artigo, nome do jornal (em itálico), local, data, seção ou caderno, página (se não houver seção específica, a paginação precede a data):
SERRA, Ordep. Uma Festa com o povo na Rua. Folha de São Paulo. São Paulo, 04 out. 1988. Folhetim.
SOB as bombas. Folha de São Paulo, São Paulo, p. 2, 22 mar. 2003.
e) Trabalhos acadêmicos: referência completa seguida do tipo de documento, grau, vinculação acadêmica, local e data da defesa conforme folha de aprovação (se houver):
TEIXEIRA, Carla C. A honra da política: “decoro parlamentar” e perda de mandato no Congresso (1949-1994). Tese (Doutorado em Antropologia Social) – PPGAS, Universidade de Brasília, Brasília, 1997.
f) Evento no todo: nome do evento, numeração (se houver), ano e local (cidade) de realização, título do documento (anais, atas, resumos, etc., em itálico), local de publicação, editora e data de publicação:
REUNIÃO DE ANTROPOLOGIA DO MERCOSUL, VII, 2007, Porto Alegre. Resumos… Porto Alegre: PPGAS/UFRGS, 2007.
g) Trabalho apresentado em evento: autor(es), título do trabalho apresentado seguido da expressão “In:”, nome do evento, numeração (se houver), ano e local (cidade) de realização, título do documento (anais, atas, resumos, etc., em itálico), local de publicação, editora, data de publicação e página inicial e final da parte referenciada:
STOCKLE, Verena. Brasil: uma nação através das imagens da raça. In: REUNIÃO DA ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE ANTROPOLOGIA, 21., 1998, Vitória. Resumos… Vitória: Departamento de Ciências Sociais/UFES, 1998. p. 33.
h) Documento em meio eletrônico: acrescenta-se à referência a descrição física do suporte (CD-ROM, disquete, etc.); para documentos consultados on-line, indica-se o endereço e a data de acesso (dia, mês e ano):
CEISAL – CONGRESO EUROPEO DE LATINOAMERICANISTAS, 3., 2002, Amsterdam. Cruzando fronteras en América Latina. Amsterdam: CEDLA: Radio Nederland Wereldomroep. 1 CD-ROM.
STEIL, Carlos Alberto. Peregrinação e turismo religioso: tendências e paradigmas de interpretação. Newsletter de la Asociación de Cientistas Sociales de la Religión en el Mercosur, Buenos Aires, n. 13, p. 1-5, jul. 2002. Disponível em: <http://www.naya.com.ar>. Acesso em: 27 mar. 2003.
8. Com o envio e eventual publicação de trabalho, o/a autor/a cede à Revista PÓS os direitos autorais sobre o mesmo, permitindo-se, entretanto, a sua posterior reprodução com transcrição e devida citação da fonte.
9. Os conceitos emitidos nos trabalhos são de responsabilidade exclusiva dos/as autores/as, não refletindo necessariamente a opinião da Comissão Editorial.
Endereços:

Revista PÓS / Departamento de Antropologia

ICC Centro sobreloja – B1 – 367 – Campus Universitário Darcy Ribeiro – CEP 70.910-900 – Brasília-DF-Brasil
Telefones:

Antropologia/Katakumba: (61) 3307 - 2341

Departamento de Sociologia: (61) 3307-2389

Departamento de Antropologia: (61) 3307-2368



CEPPAC: (61) 3307 -2590


1 Este artigo foi apresentado como trabalho final da disciplina “Teoria Antropológica Contemporânea: cultura em questão”, ministrada pelo Prof. Dr. Rodrigo de Azeredo Grünewald.


2 Doutora em Sociologia pela Universidade Federal da Paraíba.


3 Que pode ser traduzido como “A infelicidade na cultura”.

4 Que pode ser traduzido como “O mal-estar na cultura”.

5 Traduzido e editado em língua portuguesa como “O mal-estar na civilização”.

6 C. Lévi-Strauss, The View from Afar, [O olhar distanciado]. Trad. De J. Neugroschel e P. Hoss, Nova York, Basic Books, 1985. p. 23. Conf. Claude Lévi-Strauss e a Unesco. Correio da Unesco, n. 5, 2008. Disponível em :



Compartir con tus amigos:
1   2   3   4   5   6   7   8   9


La base de datos está protegida por derechos de autor ©psicolog.org 2019
enviar mensaje

    Página principal
Universidad nacional
Curriculum vitae
derechos humanos
ciencias sociales
salud mental
buenos aires
datos personales
Datos personales
psicoan lisis
distrito federal
Psicoan lisis
plata facultad
Proyecto educativo
psicol gicos
Corte interamericana
violencia familiar
psicol gicas
letras departamento
caracter sticas
consejo directivo
vitae datos
recursos humanos
general universitario
Programa nacional
diagn stico
educativo institucional
Datos generales
Escuela superior
trabajo social
Diagn stico
poblaciones vulnerables
datos generales
Pontificia universidad
nacional contra
Corte suprema
Universidad autonoma
salvador facultad
culum vitae
Caracter sticas
Amparo directo
Instituto superior
curriculum vitae
Reglamento interno
polit cnica
ciencias humanas
guayaquil facultad
desarrollo humano
desarrollo integral
redes sociales
personales nombre
aires facultad